por-que-e-mais-importante-gerar-influencia-do-que-autoridade-descubra.jpeg

Por que é mais importante gerar influência do que autoridade? Descubra!

Liderar uma equipe nem sempre é uma tarefa fácil, mas quando você passa a tratar seus funcionários com respeito, sendo um influenciador, consegue gerar uma relação de confiança, fazendo com que todos trabalhem com a máxima eficiência para atingir os objetivos empresariais.

No entanto, alguns profissionais ainda costumam acreditar que ter autoridade é sinônimo de influenciar, mas isso não é uma verdade. Mesmo que você tenha um cargo alto, isso não quer dizer que exerça influência sobre sua equipe.

Pensando nisso, hoje, vamos mostrar como um influenciador pode gerar melhores resultados em seu negócio. Acompanhe!

Qual a diferença entre influência e autoridade?

Autoridade é quando uma pessoa utiliza o seu poder para conseguir atingir um objetivo com a ajuda dos seus colaboradores. Porém, para isso, é necessário que ela seja vista como um líder, mesmo quando não tiver uma posição superior aos demais.

O que ocorre é que suas ações são vistas como exemplos e fazem com que outros profissionais se engajem no trabalho a ser realizado. O problema da autoridade é que nem sempre a equipe se sente motivada ou influenciada em ter as mesmas atitudes em busca do bem coletivo e da empresa.

Já a influência melhora a relação de confiança e cooperação entre você e seus trabalhadores, sendo estendida não apenas ao ambiente profissional, mas aos relacionamentos entre todos os envolvidos.

Com isso, esse tipo de liderança contribui para que ocorra um relacionamento mais benéfico, sustentável e eficiente, tanto para o clima organizacional quanto para a conquista de resultados mais positivos.

Assim, cada profissional se sente mais seguro e incentivado a colaborar para a conquista das metas traçadas.

Como ser mais influenciador?

Para se tornar mais influenciador e motivar seus colaboradores a trabalhar com mais qualidade, é preciso seguir algumas dicas simples, como:

Mantenha bons relacionamentos

Para que seu negócio prospere e você tenha funcionários satisfeitos e capazes de se dedicar ao máximo, é importante manter uma relação saudável, respeitosa e amigável.

Você já ouviu falar que, para uma equipe crescer e atingir suas metas, é preciso fazê-la se sentir importante? Pois é, ter um relacionamento mais estreito e tratar as pessoas que trabalham com você de forma mais próxima cria empatia e sensação de bem-estar.

Faça com que a equipe goste de você

Ninguém segue a liderança de uma pessoa que não desperta interesse ou que seja difícil de conviver. Para que seus colaboradores possam ser influenciados, você deve fazer com que eles gostem de você e admirem a maneira como lidera.

Para isso, você deve ser sempre gentil, mas mantendo o nível de profissionalismo, principalmente na hora de tomar decisões. Mantenha sua postura, sendo sempre agradável, dinâmico e alegre, pois, assim, você causará boa impressão e gerará encantamento.

Conheça seus parceiros

Um bom influenciador conhece seus colaboradores. Ele fica atento às necessidades e sonhos de cada um, aprendendo não apenas como os funcionários são no âmbito profissional, mas também como eles são como seres humanos.

A influência pode ser a chave para o sucesso, por isso, é mais importante que você seja um influenciador do que uma autoridade, já que o caminho para um trabalho coletivo é se tornar um exemplo para a equipe.

Gostou das nossas dicas? Então, compartilhe este artigo em suas redes sociais e ajude seus amigos a ficar por dentro do assunto!

redes-sociais-6-dicas-para-cuidar-da-sua-imagem-online.jpeg

Redes sociais: 6 dicas para cuidar da sua imagem online!

O mundo evoluiu e, com isso, surgiram diversas oportunidades profissionais — especialmente na era digital. A internet possibilita que você interaja com o público por meio das redes sociais, voltadas para atender às suas necessidades e aproximar sua marca dos clientes.

No entanto, para que essas ferramentas possam proporcionar os benefícios desejados e resultados positivos, é importante ter cautela. Em muitos casos, o uso inadequado pode trazer consequências ruins e sujar seu nome.

Para ajudar você a utilizar tais recursos a seu favor, listamos algumas dicas incríveis para melhorar a imagem virtual e atrair mais pessoas às suas páginas. Continue a leitura e confira!

Como usar a internet e melhorar sua imagem virtual?

Para que você alcance o sucesso online, projetando sua imagem profissional no mercado, é imprescindível usar as redes sociais. Elas se tornaram o meio virtual mais promissor dos últimos anos, promovendo um diferencial competitivo para os profissionais que acompanham essa evolução e fazem dela uma poderosa aliada na conquista de objetivos.

Para que você obtenha sucesso na utilização das redes sociais, é importante seguir algumas regras básicas e simples. Veja, abaixo, 6 delas.

1. Dose a quantidade de postagem

Ao criar uma conta em qualquer rede social, é importante controlar as postagens. Postar conteúdo em excesso pode ser tão maléfico quanto não fazer publicações.

Sendo assim, tenha controle sobre suas ações para que seus seguidores não se sintam incomodados ou acabem deixando a página. Não há uma regra específica para o número ideal, mas o recomendado é que você não saia muito da linha que cada plataforma propõe.

Instagram

Para fazer sua divulgação nessa rede, basta uma publicação diária. Não é necessário mais do que isso, mas, se você achar importante, pode fazer até 3 postagens por dia (desde que alterne os conteúdos). Já nos Stories, é importante manter um controle maior, para que o conteúdo não fique massivo demais.

Facebook

Essa rede social é uma das mais usadas e passou a fazer parte do universo de muitos profissionais. Mas, para surtir o efeito esperado, o recomendado é que você poste dois conteúdos diários, variando entre imagens, vídeos, textos, gifs etc.

É claro que esse número pode aumentar dependendo de seus objetivos. Entretanto, é preciso ser cuidadoso para não ultrapassar o limite.

LinkedIn

Trata-se de uma rede voltada para o mundo dos negócios e ideal para quem procura fazer networking, com boas conexões entre empresas e profissionais. Mas o LinkedIn tornou-se uma ferramenta mais formal e, portanto, é melhor focar em qualidade do que quantidade.

Assim, nada de publicar conteúdos irrelevantes. Faça suas postagens 3 vezes por semana, para respeitar o limite.

YouTube

O canal que se tornou o preferido de muitas pessoas também tem suas regras básicas. A criação de vídeos é um processo demorado, que exige mais tempo do que outros formatos. Mesmo que você tenha que se dedicar mais, tente postar ao menos um conteúdo por semana para atrair o público.

2. Tome cuidado ao fazer reclamações

Muitas pessoas usam as redes sociais para abrir discussões e reclamações — e isso nem sempre é uma boa ideia.

Tais plataformas acabam servindo também como um tipo de SAC, com alguns usuários que aproveitam os perfis para desabafar. Porém, o excesso de protestos e reivindicações pode transmitir uma imagem negativa diante dos seguidores, principalmente quando você tem uma página para promover seu negócio.

Nenhum contato verá com bons olhos um usuário que vive insatisfeito e perde horas do seu dia publicando críticas destrutivas.

3. Tome cuidado com as imagens publicadas

Todo profissional precisa ser respeitado, mesmo na internet. Mas, para criar uma imagem sólida e manter uma reputação exemplar, é necessário cuidar das imagens que são postadas e vinculadas a você.

É preciso que cada etapa das publicações esteja representando sua marca de forma adequada. Uma péssima ideia é usar sua página para divulgar fotos que sejam ofensivas a alguma pessoa, pois essa atitude pode gerar desconforto e afastar possíveis clientes.

Além disso, tenha imagens de boa qualidade e responsivas, que possam ser vistas em todos os tipos de dispositivos móveis. Isso melhora a experiência que as pessoas têm com o seu perfil.

4. Use as redes para compartilhar conhecimento

Uma das coisas que mais cansa um usuário de redes sociais é receber conteúdos fúteis, sem nenhum significado. É claro que distrair a cabeça é válido, mas, para um profissional, compartilhar matérias falsas ou publicações sem sentido pode ser o caminho para o fracasso.

Portanto, sempre que for postar nesses canais, confira a veracidade do assunto e transmita algo que seja interessante e informativo. Isso faz com que as pessoas se sintam confortáveis em seguir sua página, sabendo que vão obter conhecimento.

5. Agregue valor

Sua rede social profissional deve ter valor para os leitores e para sua própria marca. Para conseguir isso, é importante que você:

  • use uma capa atrativa, com uma imagem que reflita a personalidade do seu negócio;
  • coloque uma foto de perfil que seja facilmente identificada pelo público;
  • tenha uma personalidade definida e interaja com as pessoas, para que elas possam se comunicar livremente. Essa é uma forma de humanizar sua marca e aproximá-la dos clientes;
  • responda aos comentários, mostrando que cada um dos seguidores é importante, respeitando o diálogo e mantendo um relacionamento mais íntimo entre vocês.

6. Analise a rede antes de usá-la

Mesmo seguindo as dicas acima, é fundamental fazer uma avaliação nas redes sociais antes de começar a postar. Cada uma tem seus objetivos específicos e é importante que você atente às normas relacionadas a elas.

No Facebook, por exemplo, é comum que as pessoas enviem convites de eventos de suas empresas, até mesmo da festa de aniversário de algum colaborador. Já no LinkedIn, essa prática não é recomendada. Portanto, não perca o foco: conheça sua página e o site em questão.

A imagem virtual é tão importante para você quanto qualquer outra representação física. Por isso, é preciso seguir nossas recomendações para valorizar sua marca e ter um ganho de vantagens competitivas no mercado.

Quer saber como cuidar melhor de sua imagem profissional? Entre em contato conosco e conheça nossos serviços!

como-utilizar-o-linkedin-na-gestao-de-carreiras.jpeg

Como utilizar o LinkedIn na gestão de carreiras?

As redes sociais ganharam o mundo e, nesse contexto, muitos profissionais aproveitam essa oportunidade para conquistar destaque e mostrar os seus trabalhos. Mas, para ganhar verdadeira notoriedade, é importante saber usar o LinkedIn na gestão de carreiras.

Isso porque a rede foi criada exatamente para ajudar pessoas a se relacionarem com outros profissionais e possíveis clientes, demonstrando suas qualidades e especializações.

Por isso, vamos mostrar neste post algumas dicas de como você pode usar o LikedIn para alavancar sua carreira profissional. Continue a leitura e fique de olho!

Crie um perfil atrativo

Tudo começa com uma boa imagem do perfil. Você deve ter bom senso na hora de escolher sua foto. Opte por aquela que seja mais discreta, demonstrando certa maturidade. O ideal é passar uma imagem mais profissional, mas sem exageros.

Outro ponto importante é colocar todas as suas informações profissionais em ordem cronológica para que outros membros possam conhecer sua trajetória. Além disso, é importante preencher os dados com cursos, especializações, idiomas e qualquer outro assunto relevante.

Lembre-se de atualizar o seu perfil sempre que for necessário para não deixar nada de fora.

Faça networking

O LinkedIn permite que você possa ampliar o seu networking. Por isso, sempre que for possível, faça contato com influenciadores da sua área de atuação para que eles ajudem a divulgar e destacar o seu perfil profissional.

Você pode aproveitar para encontrar ex-colegas de estudos ou de trabalhos já realizados, aumentando suas chances e fazendo novas conexões. Essa rede social possibilita novas transações de negócio, criando oportunidades de fechar parcerias e conquistar novos clientes. Faça proveito disso!

Siga o perfil de empresas de sucesso

Você sabia que inúmeras companhias já possuem uma conta no LinkedIn? Isso facilita a comunicação entre profissionais e marcas. Sendo assim, tente seguir o perfil de todas as empresas nas quais você deseja trabalhar.

Assim, você acabará apresentando seu currículo e fazendo com que o grupo conheça todos os detalhes importantes sobre sua carreira de forma rápida, simples e mais efetiva.

Faça uma abordagem certeira

Sabe aquele velho ditado que diz que a primeira impressão é a que fica? No mundo online, o primeiro contato é o que fica.

Assim que você começa uma conversa com uma empresa, é importante que realmente saiba o que dizer. Por isso, pesquise sobre a companhia e o trabalho que ela realiza, obtendo todos os dados necessários para que sua abordagem seja feita de forma correta.

É importante manter um diálogo educado, mas sem perder muito a formalidade. Afinal, você estará entrando em contato com organizações e outros profissionais e, por isso, é preciso manter uma linha mais séria e focada para que não haja excesso de intimidade.

Tenha um perfil em outros idiomas

O LinkedIn permite que você crie o seu perfil em diversos idiomas dentro da mesma URL. Trata-se de um recurso que ajuda a fortalecer a sua imagem perante o mercado, dando um diferencial competitivo diante das empresas internacionais e multinacionais.

Para isso, selecione a opção de incluir a sua rede em outras línguas. O site fará uma cópia das suas informações de forma automática e, então, você poderá fazer a tradução no idioma que desejar.

O LinkedIn na gestão de carreiras contribui para que o seu currículo completo e atualizado possa percorrer o mundo corporativo, abrindo portas que você sempre sonhou. É uma maneira mais prática de conquistar as oportunidades que busca.

Gostou deste post? Quer conhecer outras informações importantes sobre carreira e negócio? Assine nossa newsletter e receba todos os nossos conteúdos diretamente na caixa de entrada do seu e-mail!

neymar-uma-historia-que-nao-toca-o-coracao

Neymar, uma história que não tocou o coração

Vinte e três dias. Este foi o tempo gasto por Neymar para se manifestar publicamente sobre a crise que se abateu sobre a sua imagem desde a questionável performance que o craque da Seleção Brasileira apresentou no Mundial da Rússia. No último domingo, o atacante voltou a ficar sob os holofotes ao se desculpar oficialmente através de um comercial da Gillette em horário nobre na TV Globo. Do ponto de vista da Gillette, não há dúvidas de que a campanha foi muito positiva para a marca, pois todos nós estamos vendo e comentando o comercial. Mas para Neymar, que foi o alvo da iniciativa, ela foi realmente positiva?

O fato é que, desde o vídeo feito pelo jogador, alguns dias depois da última participação da Seleção na Copa do Mundo, em ele aparecia ao lado de algumas crianças e brincava com a situação, Neymar demonstrava não se incomodar com as críticas que vinha recebendo e foi muito criticado pela atitude.  Acredito que todos nós, e não apenas eu que trabalho com Gestão de Imagem e Carreira, estávamos curiosos para saber qual seria sua primeira ação efetiva para trabalhar sua imagem.

Na campanha feita pela Gillette, a marca foi muito competente na ferramenta escolhida para fazer o “comunicado”. O storytelling, recurso usado pelo marketing da empresa, é uma forma muito inteligente e eficiente para trabalhar uma marca. Uma das bases do storytelling é criar emoção partindo da verdade.  Nós, seres humanos, estamos acostumados a contar e a escutar histórias há centenas de anos. Gostamos de ouvir histórias porque em algum momento da narrativa nos conectamos com algo que está sendo contado, e somos tocados no coração.

Neste caso, no entanto, apesar de uma ferramenta adequada para o comunicado, infelizmente não foi o que aconteceu com a história de Neymar.  Ela precisava ser potente, principalmente quando falamos de marca pessoal, e transmitir, para quem estivesse assistindo, uma história verdadeira.  Caso contrário, não emociona e acaba perdendo sua maior função. Toda a história possui um herói e neste caso o herói é Neymar. Mas por que será que não conseguimos nos conectar com ela?

Tenho a minha interpretação sobre o fato. Toda trajetória possui momentos difíceis, erros, quedas, frustações, sonhos interrompidos. E quando isto acontece nós sofremos, choramos e ficamos estirados no chão.  Toda história é feita de perrengues.  Heróis que reconhecem seus erros porque somos humanamente imperfeitos.  No caso da história de Neymar, contada pela Gillette, o jogador em nenhum momento demonstrou sofrimento, tristeza e arrependimento. Ele não saiu do pedestal. E foi exatamente neste momento que deixamos de acreditar naquilo que estava sendo contado.

Acredito que este comercial é um reflexo da comunicação feita por Neymar com a sua audiência em todos os meios que utiliza. Não traz a verdade. Ele está sempre olhando de cima para baixo. Ele não se humaniza. Ele cria um distanciamento, se coloca como inatingível.

A principal pergunta é: o que seria mais eficiente para o jogador conseguir chegar de forma verdadeira até seu público?  Uma mega campanha publicitária, como a que estamos vendo através da Gillette, ou Neymar fazendo um vídeo em seu Instagram, contanto a verdadeira história, reconhecendo seus medos, sofrimento, e, principalmente, o que aprendeu com tudo isto?

É possível, sim, gerenciar um momento de crise como este e reverter essa imagem negativa. Mas, o que estamos vendo, por ações pensadas e executadas de forma equivocada, é que ao invés de dissipar a crise, ela está aumentando cada vez mais.  Ao meu ver, sem verdade não há salvação. Uma coisa é certa, a campanha foi positiva para a marca Gillette e não para a marca Neymar.