transicao-de-carreira-como-preparar-atletas-para-aposentadoria.jpeg

Transição de carreira: como preparar atletas para aposentadoria?

Ser atleta profissional é um grande projeto de vida. Apesar de todas as dificuldades e superações necessárias, a determinação para alcançar as vitórias fazem valer a pena o caminho árduo em busca deste sonho.

Recentemente, acompanhando os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, pudemos perceber como muitas vezes toda a dedicação se resume a alguns minutos de uma prova, um momento único.

Comemoradas as conquistas ou superadas as frustrações, outro passo importante nesse caminho é saber lidar com a transição de carreira, já que a vida profissional de um atleta é, geralmente, mais curta do que na maioria das outras carreiras. Se você ou algum conhecido está passando por esse momento, leia as nossas dicas a seguir.

O que é e como fazer a transição de carreira

Principalmente depois de competições importantes, os atletas podem começar a se questionar sobre a aposentadoria, antes de começarem um novo ciclo de treinamentos. Lidar com as dificuldades, repensar os objetivos e a vida dedicada àquele esporte pode trazer muitas angústias e dúvidas.

A transição de carreira se trata dessa fase, em que um atleta profissional tem que redirecionar sua carreira buscando outras atividades, dentro ou fora do mundo esportivo. Mesmo que não haja razões como alguma lesão, problema de saúde ou idade já avançada, é um momento crucial que nem sempre o profissional está apto para enfrentar.

Por isso, preparar-se com certa antecedência e vislumbrar outras oportunidades é fundamental. O ideal, inclusive, é que essa seja uma preocupação ainda no início da carreira para que se possa passar por essa etapa tranquilamente, explorando outras habilidades, identificando novas áreas de interesse, encontrando situações em que a experiência adquirida seja válida. Aliar o autoconhecimento e uma boa gestão de carreira é uma dica valiosa!

Entender que esse momento vai chegar e que há outros caminhos a serem seguidos é essencial para que não gere problemas como depressão, síndrome do pânico, alcoolismo e o mais recorrente, a falência.

Como se preparar psicologicamente e financeiramente

Encerrar um ciclo de trabalho pode ser bastante impactante, tanto emocionalmente como financeiramente. Se o atleta não se sentir preparado para fazer isso sozinho, deve procurar ajuda de profissionais capacitados para não se perder ou, até mesmo, adoecer ou ir à falência.

Saber administrar esse momento, manter uma imagem positiva e buscar novas oportunidades pode fazer toda a diferença. Um ex-atleta não precisa necessariamente ficar preso a esse ramo, como comentarista, treinador, palestrante, etc. Mas saber trabalhar sua marca pessoal pode ser decisivo para o seu novo negócio.

A redução drástica de renda também deve ser uma preocupação. Investir em outros mercados ou reservar algumas economias podem ser a salvação até que a transição de carreira gere outras fontes para suprir esse desnível. Portanto, é preciso estar ciente dessa possibilidade mesmo que a idade de aposentadoria não esteja próxima, já que imprevistos infelizmente podem acontecer a qualquer hora.

Tão importante quanto preparar-se financeiramente, o lado psicológico deve ser trabalhado para enfrentar essa nova fase de vida de maneira estruturada e consciente.

No Brasil, é comum que muitos atletas não tenham outra formação profissional, um curso superior ou mesmo básico de educação. Os anos de dedicação ao esporte, viajando, treinando exaustivamente e, às vezes, até morando em outro país, dificultam esse processo. Contudo, não é uma tarefa impossível e o ensino a distância tem sido um boa solução para os atletas desenvolverem outras habilidades, mesmo com uma rotina atarefada.

Ter em mente um planejamento e preocupar-se com isso desde o início da carreira pode ser a melhor coisa a se fazer para uma transição de carreira saudável e tranquila. Você concorda? Deixe seu comentário se ainda tem alguma dica para esse momento determinante da vida.

Artigos Relacionados

Patricia Dalpra é Estrategista em personal branding e gerenciamento de carreira.

O trabalho que Patricia Dalpra desenvolve surgiu de uma vontade e de uma certeza: vontade de levar pessoas e empresas a crescer, alcançar seus objetivos de negócios e de imagem e se relacionar melhor com outras pessoas e empresas; e certeza de que um trabalho estruturado de gestão de imagem e carreira é um dos melhores caminhos para se chegar lá.

Ao longo de mais de uma década, a Patricia Dalpra já trabalhou para centenas de profissionais, executivos, empresários, atletas, instituições e empresas.

Specialties: Gestão de imagem, gestão de carreira e coaching. Personal branding, branding executivo, brand on, brand off, estudo do dna pessoal e corporativo e comunicação.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *