IMG_3333

Sua imagem representa sua marca pessoal

Vivemos em uma sociedade que valoriza a imagem. Aquela famosa frase “Uma imagem vale mais do que mil palavras” torna-se quase uma verdade absoluta. Nunca vimos tantos selfies onde cada um busca retratar seu melhor ângulo, seu melhor momento, sua melhor imagem. O problema é que muitos esquecem que a imagem precisa retratar nossa verdadeira essência. Estar coerente com quem somos verdadeiramente. Nesta era do “exibir” através de inúmeras fotos, muitos esquecem que toda esta exposição está diretamente relacionada à construção da reputação da marca pessoal e não se dão conta o quão prejudicial pode ser se expor do forma equivocada. A frase citada se torna real quando uma imagem ajuda a contar a sua história ou da sua empresa.

A internet oferece uma verdadeira oportunidade para nos conectarmos com o nosso público alvo. Um dos seus maiores benefícios refere-se à comunicação. Através da internet termos um diálogo constante com nosso publico alvo, seja ele qual for. No mundo 2.0 as marcas estão visíveis e expostas a opinião de todos a todo momento. A única maneira de alcançar o êxito é construir a reputação de forma coerente e consistente com o posicionamento da marca pessoal.

Hoje não existe mais uma divisão entre o publico e o privado. Todos nos tornamos pessoas públicas e com esta nova posição de protagonistas, precisamos pensar muito bem antes de postarmos algo. Através das imagens estamos compartilhando informações sobre nós. As perguntas que devem serem feitas sempre: O que esta imagem fala sobre mim? Por que compartilhar? Será positiva na construção da minha imagem? É coerente e consistente com o posicionamento da minha marca pessoal?

Existe uma outra questão não menos importante. A escolha da imagem do nosso “avatar” na redes. Certa vez li esta frase em um artigo “o nosso avatar é algo como “logo” que nos representa em plataformas sociais, um selo de identificação virtual, ou seja, seu RG Social, que pode ter mais peso do que as melhores biografias que podemos escrever no nosso perfil.”

Quando pensamos na imagem professional que irá representar o perfil no Linkedin, no site da empresa , no Facebook , no Twitter ou em qualquer outro meio na web, precisamos pensar em muitos fatores que vão além da qualidade da foto. A imagem precisa comunicar um conceito, transmitir a essência do profissional, falar com publico alvo, contar história de forma verdadeira. Estes são pontos relevantes na hora de pensar na foto para trabalhar a imagem profissional na web. Uma imagem que transmita credibilidade e confiança é uma forma positiva para se relacionar com os clientes e prospects construindo e reforçando os valores da marca.

Apresento aqui dois cases de dois clientes, ambos retratados pelo fotógrafo Fabio Cabral que com toda sua experiência consegui através do seu olhar e sensibilidade comunicar todos o pontos acimas listados. Como resulta, tivemos imagens perfeitamente alinhadas com a marca pessoal e posicionamento profissional de cada um, Annalisa Blando sócia fundadora da Parmais e Savio Bortolini da Savio Soccer.

Artigos Relacionados

Patricia Dalpra é Estrategista em personal branding e gerenciamento de carreira.

O trabalho que Patricia Dalpra desenvolve surgiu de uma vontade e de uma certeza: vontade de levar pessoas e empresas a crescer, alcançar seus objetivos de negócios e de imagem e se relacionar melhor com outras pessoas e empresas; e certeza de que um trabalho estruturado de gestão de imagem e carreira é um dos melhores caminhos para se chegar lá.

Ao longo de mais de uma década, a Patricia Dalpra já trabalhou para centenas de profissionais, executivos, empresários, atletas, instituições e empresas.

Specialties: Gestão de imagem, gestão de carreira e coaching. Personal branding, branding executivo, brand on, brand off, estudo do dna pessoal e corporativo e comunicação.

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] e hábitos, a forma como se relaciona com as outras pessoas e com o mundo ao seu redor. Sua marca pessoal tem papel fundamental nas bases do seu planejamento de […]

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *