Posts

planejamento financeiro

Como um profissional liberal pode ter um planejamento financeiro?

O planejamento financeiro é extremamente importante para profissionais liberais. Com uma fonte de renda variável, é imprescindível ficar atento para o futuro e compreender que nem todos os ganhos devem ser realocados ou utilizados de maneira inconsequente.

A estabilidade financeira pode ser atingida quando há um mínimo de planejamento financeiro e de dedicação com as finanças. Por isso, é essencial ficar de olho nos ganhos, gastos e principalmente nos valores que estão sendo mantidos para momentos mais difíceis.

Neste post, falaremos como você pode se planejar de maneira prática para não passar por grandes turbulências no “setor econômico” da sua vida. Quer saber mais? Continue sua leitura até o final!

Anote todos os seus gastos 

O primeiro passo para tomar controle do seu dinheiro é entender para onde ele está indo todos os meses. Para isso, é preciso anotar todos os gastos que acontecem no mês. Apesar de a tarefa parecer desgastante, ela é a única capaz de garantir clareza sobre suas ações com as finanças.

Antes de se desesperar, entenda que hoje existem inúmeros aplicativos que fazem o trabalho com alguns cliques (ou toques na tela). Eles são práticos e bem fáceis de utilizar, e um ponto positivo é que você pode organizar seus gastos em categorias, como alimentação, cuidados pessoais, lazer, compras no mercado e assim por diante.

Para quem se sente sobrecarregado com essa opção, comece com um simples documento de texto no seu computador ou pedaço de papel e anote todos os seus principais gastos essenciais, como aluguel, condomínio, conta de luz e demais despesas importantes.

Com essas informações fica mais fácil ter uma ideia do dinheiro necessário para permanecer “funcionando” sem grandes problemas e do que pode ser eliminado para facilitar a criação de uma reserva financeira.

Tenha uma planilha de organização financeira

Depois de ter todos os seus gastos devidamente organizados, chegou a hora de colocá-los em algum lugar. A maior parte das pessoas utilizam planilhas em algum software especializado. O excel é o mais famoso deles, mas o Google Planilhas é uma versão totalmente gratuita e igualmente poderosa.

Nesse documento, você deverá colocar suas despesas e principalmente os seus ganhos que acontecem diariamente, semanalmente, mensalmente ou de maneira recorrente. Isso ajudará a dar uma ideia da sua receita dentro de curto, médio e longo prazo.

Observando modificações nos seus ganhos, é essencial criar alterações e começar a realocar seu dinheiro para sua reserva ou criar cortes no seu orçamento. A ideia é ter sempre uma visão em tempo real da sua renda, e em seguida, tomar decisões adequadas para se manter com segurança.

Crie metas realistas para seu futuro 

Por fim, não adianta se planejar e não ter metas para o futuro. A principal e mais importante meta para estabilidade financeira de qualquer pessoa é a criação de uma reserva que garanta a cobertura de pelo menos 3 meses de “funcionamento”.

Isso significa que você deve juntar um montante para conseguir permanecer com todas as despesas pagas por pelo menos um trimestre. No entanto para profissionais liberais esse objetivo pode aumentar ainda mais para seis meses (que é o recomendado) ou até mesmo um ano, a depender da volatilidade da sua atividade.

Após a conquista desse objetivo, procure outras formas de manter seu dinheiro trabalhando para você, com investimentos inteligentes ou outras abordagens que realmente garantam sua sobrevivência e qualidade de vida para os próximos anos.

Atingir todos esses objetivos é perfeitamente possível, desde que haja todo esse planejamento financeiro que acabamos de mencionar, a diferença é que ele pode levar mais ou menos tempo de acordo com seus ganhos, que, inclusive, podem aumentar se houverem medidas para aumentar o número de clientes ao longo do tempo.

Se deseja saber mais sobre planejamento e gestão de carreira, baixe nosso ebook gratuitamente.

Gostou do post? Comente abaixo sua opinião sobre o tema!

gestao-financeira-para-o-pos-carreira-profissional

A importância da gestão financeira para o pós-carreira de um profissional

Geralmente, profissionais a partir dos 40 anos já começam a pensar sobre a transição de uma vida profissional ativa para o período de aposentadoria, ou pós-carreira. E, claro, passar do âmbito corporativo para a nova fase exige planejamento.

É importante ressaltar que essa fase não diz respeito somente à aposentadoria de fato, mas também a um período em que o profissional poderá, finalmente, fazer o que sempre desejou e no qual poderão ser desenvolvidas novas habilidades.

Portanto, não há dúvidas: é preciso ter um planejamento financeiro bem estruturado.

A seguir, vamos entender a importância da gestão financeira para o pós-carreira de um profissional e conferir outras informações relevantes.

Então, vamos à leitura?

Veja quais questões considerar na fase de transição

Se você já está pensando na gestão financeira visando a transição para a fase pós-carreira, se pergunte:

  • O que pretendo fazer depois que parar de trabalhar?
  • O que me motiva e me realiza como pessoa?
  • Como meus talentos e habilidades poderão ser aproveitados?
  • Quais novas habilidades eu gostaria de desenvolver, mas ainda não tive tempo ou oportunidade?
  • Eu e minha família teremos o mesmo padrão de vida atual?
  • Desejo fazer algo em prol da comunidade?
  • Fora os custos com necessidades básicas, o que mais demandará gastos?
  • Tenho dívidas antigas? Em quanto tempo consigo quitá-las?
  • Quanto será preciso ter em minha reserva financeira?

Essas perguntas ajudarão a compreender objetivos e mensurar a dimensão dos gastos, questões fundamentais para passarmos para o tópico seguinte.

Agora, entenda a importância da gestão financeira para o pós-carreira

Há três elementos fundamentais para ter sucesso e aproveitar a fase pós-carreira:

  • dinheiro para realizar seus objetivos;
  • saúde;
  • projeto de vida definido.

Então, depois de responder às questões do tópico anterior, entenda agora o porquê elas são relevantes.

Ter o controle de gastos

Muitos acreditam que seus gastos são menores do que o valor que realmente gastam.

Se você precisa custear a qualidade de vida de sua família e seus novos empreendimentos, mesmo que sejam vistos como hobbies, é preciso ter o controle de suas finanças para não gastar mais do que deveria.

Resumidamente, sem a gestão financeira os processos pensados para a pós-carreira não andam.

O cartão de crédito, aliás, pode ser um dos vilões quando se trata de controle de gastos — se possível, o descarte. Além disso, planeje-se para quitar dívidas e cortar assinaturas, itens ou mensalidades dispensáveis.

Manter a reserva financeira

A gestão das finanças também auxilia o cuidado à reserva financeira.

Sabe por que a educação financeira é tão relevante nesse sentido?

Porque com ela você aprende a investir em títulos ou fundos de renda fixa, renda variável, imóveis etc. a fim de manter sua reserva financeira e aproveitar os rendimentos.

Entretanto, antes de qualquer investimento, procure saber o que você tem em:

  • sua conta corrente/poupança;
  • patrimônio;
  • outros tipos de aplicações financeiras ou investimentos, como Tesouro Direto.

Investir no que sempre desejou fazer

Como você vai investir no que sempre desejou fazer se não tem recursos para isso ou se depois de certo tempo eles acabaram?

Para não depender de financiamentos ou se apoiar somente em programas do governo, a gestão financeira surge como auxílio durante todo o período pós-carreira.

Ela garante o suficiente para você se manter, adquirir itens necessários e investir no aprimoramento das habilidades que precisa para fazer o que sempre quis.

Lidar com imprevistos

Imprevistos ocorrem o tempo todo, não é?

Sem a gestão financeira, como você vai lidar com eles na fase pós-carreira?

A renda mensal pode não ser o suficiente, principalmente se você tiver vários dependentes. Portanto, o controle financeiro também ajuda a lidar com imprevistos e se manter na ativa, sem precisar desistir dos seus novos objetivos por razões financeiras.

Enfim, vimos neste artigo a importância da gestão financeira para o pós-carreira de um profissional. Lembre-se de que um planejamento prévio é muito importante para que você possa continuar mantendo o padrão de vida da sua família, por exemplo, enquanto se dedica aos seus novos objetivos de vida.

Se você tem seu negócio próprio, sabe que finanças pessoais e empresariais andam lado a lado, certo?