como-evitar-crise-de-imagem-nas-redes-sociais.jpeg

Como evitar crise de imagem nas redes sociais

As redes sociais são seu cartão de visita. Se alguém quer saber mais sobre a sua vida, logo acessa seu Facebook ou Instagram e encontra um mundo de informações. Isso pode influenciar diretamente em suas relações tanto pessoais quanto profissionais, pois há exposição direta de sua imagem.

Clientes nervosos, denúncias de publicações que contenham pensamentos diferentes, ameaças de processo judicial, comentários hostis… Várias consequências ruins podem surgir a partir de postagens e, com seus prints, um pequeno deslize pode virar um terremoto!

Para evitar esse tipo de situação constrangedora, trouxemos algumas dicas que te ajudarão a evitar uma crise de imagem nas redes sociais:

Atente-se às suas interações offline

O mundo real não foge aos olhos de ninguém. É importante se atentar não apenas a como você se apresenta no meio virtual, mas também a como são suas atitudes fora das telas. Se seu objetivo é ser respeitado e visto como uma pessoa séria, tome isso para a sua vida como um todo.

Pode ser que você não se exponha e consiga controlar a sua imagem, mas não há como controlar a câmera alheia. Vídeos e fotos em uma balada entre amigos ou de um momento simples de descontração podem desencadear uma grande crise de imagem!

Mantenha seu sangue frio

Você está navegando em suas postagens e, de repente, se depara com um comentário negativo. A vontade que bate na hora é falar poucas e boas com a pessoa, colocando-a em seu lugar. O problema é que não pensamos nas consequências futuras desse ato: dizer o que pensa na hora proporciona alívio devido ao desabafo, o que ameniza bastante um ataque de fúria. Mas e o que acontece a longo prazo? Sua reputação pode descer pelo ralo!

É sempre bom lembrar que as postagens são públicas — outras pessoas verão além de quem será atingido. Isso pode abalar completamente sua imagem diante de clientes, pois você está se mostrando como alguém que não sabe controlar suas emoções. Respire fundo, pare um pouco e, se necessário, saia da rede social. Elabore uma resposta fina, educada e neutra, sendo o mais imparcial possível. Use sua sabedoria.

Seja sempre educado

A educação é uma característica que deve fazer parte da sua imagem, como se fosse um membro do corpo. As pessoas se sentem mais seguras e confiantes quando estão lidando com alguém que as respeita, que tem ética e que sabe lidar com elas da melhor forma possível. A educação é uma das bases para que consigamos viver bem em sociedade.

Mostrar-se educado pode até ser um incentivo para um cliente solicitar seus serviços. Abuse do “senhor(a)”, do “obrigado”, do “por favor”, do “bom dia”, do “boa tarde” e do “boa noite”.

Evite ambiguidades

Seja claro e objetivo; não dê margem para que as pessoas interpretem as situações da forma como bem entenderem. Essa pode ser uma pedra que fará você cair em uma grande crise de imagem.

Mantenha uma comunicação que não gere dúvidas em relação ao que você quer passar para as outras pessoas. Caso seja viável, apresente provas sobre suas palavras, como links com notícias relacionadas, sites ou blogs que contenham uma explicação sobre o que quer passar.

Agora que você sabe como evitar uma crise de imagem no meio virtual, ajude seus amigos também compartilhando o post em suas redes sociais!

Artigos Relacionados

Patricia Dalpra é Estrategista em personal branding e gerenciamento de carreira.

O trabalho que Patricia Dalpra desenvolve surgiu de uma vontade e de uma certeza: vontade de levar pessoas e empresas a crescer, alcançar seus objetivos de negócios e de imagem e se relacionar melhor com outras pessoas e empresas; e certeza de que um trabalho estruturado de gestão de imagem e carreira é um dos melhores caminhos para se chegar lá.

Ao longo de mais de uma década, a Patricia Dalpra já trabalhou para centenas de profissionais, executivos, empresários, atletas, instituições e empresas.

Specialties: Gestão de imagem, gestão de carreira e coaching. Personal branding, branding executivo, brand on, brand off, estudo do dna pessoal e corporativo e comunicação.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *