Como o networking ajuda a promover a marca pessoal?

Desde os primórdios da humanidade, o ser humano procura meios de relacionar-se com seus pares e formar grupos onde os interesses mútuos são elos significativos para o convívio em harmonia. E mesmo após milhares de anos e de mudanças enormes, ainda mantemos essa prática de coexistência em sua mais genuína forma — mas agora, usufruindo também dos progressos tecnológicos, a remodelamos e passamos a chamá-la de networking.

Apesar das inúmeras e complicadas definições sobre o que significa tal expressão, ela é basicamente o que descrevemos no parágrafo inicial: uma rede de contatos ou conexões interpessoais que tem como base a troca de informações, interesses e/ou habilidades entre os envolvidos, de forma sistemática e dinamizada.

Ninguém é autossuficiente; a busca pelo outro é uma forma de sobrevivência, de completar-se e completar ao outro de maneira a gerar benefícios para todas as partes envolvidas. E, em sua carreira, o networking é uma excelente maneira de promover sua marca pessoal. Quer saber como? Continue a leitura!

Aplicando o networking como ferramenta de gestão

Uma vez composta sua rede interpessoal — e mantendo-a sempre ativa —, você possuirá em mãos uma poderosa ferramenta de gerenciamento pessoal, seja qual for a finalidade a qual você se proponha a criá-la.

Mas para entendermos melhor o uso dessa cadeia interpessoal como um instrumento de gestão, é preciso compreender uma diferença importante, que trata justamente sobre a celebração de uma única rede de amigos, oficializando-a como um networking.

Com toda a certeza, é comum nos afeiçoarmos às pessoas quando as conhecemos e, ao passar do tempo, criar laços de amizade. E na conjuntura do networking, esse estreitamento de intimidades também pode ocorrer — mas não se faz como critério obrigatório a criação de um vínculo onde se visa intenções comerciais.

Obviamente, você não deve visionar uma rede exclusivamente baseada em seus interesses profissionais. Relacionamentos são sempre vias de mão dupla, e o contato humano, a cumplicidade, o interesse e o envolvimento são fatores importantes para que você também seja lembrado. Suas atitudes e seu comportamento diante do outro fará com que sua marca pessoal seja — ou não — aceita em um ou mais distintos meios.

Logo, sejam quais forem suas intenções, não se esqueça de que a manutenção complacente e amistosa da sua aliança é tão importante quanto saber gerenciá-la de forma recíproca e harmoniosa. Assim, recorremos a um jargão que se encaixa bastante no que foi dito até aqui: “Uma mão lava a outra, e as duas lavam o rosto”.

Utilizando o networking para promover sua marca pessoal

Um sólido networking é, de fato, uma ferramenta formidável para alcançar objetivos. Mas há algo ainda mais importante por detrás de toda essa corrente: você. Afinal de contas, sua autopromoção fará com que você também seja lembrado; é a definição de sua marca pessoal.

Utilize isso a seu favor e promova-se, ou seja, mostre aos outros quem você é, suas habilidades, seus prós, seus contras e seus interesses. Saiba valorizar suas virtudes, mas não crie uma propaganda enganosa como sua marca pessoal. Não há nada mais prejudicial para sua imagem do que quebrar a confiança daqueles que confiam em você!

Formando conexões sinceras através do networking

Invista em socializar-se e envolver-se com sua rede de contatos, mostrando a eles que você está aberto a manter relações saudáveis e sinceras. Torne-se próximo das pessoas com quem você se relaciona e preze pela qualidade desse envolvimento, e não apenas pela quantidade de pessoas e benefícios que você irá angariar com essa aproximação.

Uma ótima maneira de dar um upgrade em sua marca pessoal é viabilizar formas de ser visto, como participar de eventos e envolver-se com novos projetos. Networking trata de conectar-se com outros em níveis substanciais, além de ser uma ferramenta importantíssima para um convívio em sociedade. Mas o que a faz ser ainda mais eficaz é você mostrar-se, vender-se de forma autêntica e agir da forma como quer ser visto.

Sua marca pessoal é seu reflexo. Trabalhe-a para que os outros a enxerguem tal qual você quer se ver e ser visto! E então, gostou de saber mais sobre o networking? Tem outras dúvidas, sugestões ou experiências sobre o assunto? Deixe seu comentário e conte pra gente!

4 respostas

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] aprende com as demais pessoas. O bom profissional que deseja se posicionar no mercado de trabalho aprende com todos os seus colegas, independentemente da hierarquia deles. Como ninguém detém todo o conhecimento existente, há […]

  2. […] proveito de seu networking, analise o mercado de trabalho e a economia do país para saber onde você pode ser melhor […]

  3. […] aprende com as demais pessoas. O bom profissional que deseja se posicionar no mercado de trabalho aprende com todos os seus colegas, independentemente da hierarquia deles. Como ninguém detém todo o conhecimento existente, há […]

  4. […] aprende com as demais pessoas. O bom profissional que deseja se posicionar no mercado de trabalho aprende com todos os seus colegas, independentemente da hierarquia deles. Como ninguém detém todo o conhecimento existente, há […]

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *