imagem pessoal

Como melhorar sua imagem pessoal com 5 mudanças de comportamento

Uma boa imagem pessoal tem como alicerce a relação harmoniosa entre a ação e a sensação. É importante que exista harmonia entre como você se sente e como atua no seu ambiente. Essa harmonia permite que os outros a vejam como uma pessoa coerente.

A partir dos alicerces da coerência, é possível construir vários semblantes de imagem pessoal bem-sucedida. Pensando nisso, elaboramos esta lista com alguns comportamentos importantes para melhorar qualquer imagem profissional e reputação.

Além do mais, explicamos como as mudanças de comportamentos podem ser efetivadas e apresentamos as características que não são bem-vistas por recrutadores e gestores. Confira!

Como as mudanças de comportamento no trabalho podem ser promovidas?

Manter os colaboradores engajados e satisfeitos com o serviço é um dos principais desafios das empresas. É nesse sentido que surge a importância de trabalhar a questão das mudanças comportamentais.

Claro que o próprio profissional é responsável pelas suas ações. Contudo, os gestores, em parceria com o RH, também devem pensar em estratégias capazes de incentivar comportamentos positivos, que melhoram a produtividade e até mesmo a motivação da equipe.

Uma das chaves para promover mudanças de comportamento no ambiente organizacional, por exemplo, é reconhecer o trabalho de cada colaborador, além de fazer com que ele se sinta útil e único.

Agora que já sabe o que a empresa deve fazer, veja qual a sua parte para melhorar a sua imagem pessoal e profissional.

Quais as 5 mudanças para melhorar a imagem pessoal?

1. Saia de si mesma

No cotidiano, precisamos lidar com vários pontos de vista, alguns muito diferentes dos nossos. Não perca tempo e energia tentando sempre mudar o pensamento dos outros ou persistindo em discussões infrutíferas. Embora muitos façam isso, esse hábito pode gerar vários malefícios para a imagem.

Aceite que diferentes opiniões podem existir e só persista em assuntos realmente importantes. Isso evitará que em uma discussão boba as pessoas possam taxá-la de arrogante, desequilibrada, fechada, limitada, entre outras coisas que, mesmo que não sejam suas qualidades, são “coladas” em você como rótulos por causa do contexto das discussões.

2. Crie o seu personagem principal

É importante que você saiba quem você é no presente, se autoconheça, para então definir quem você quer ser: o seu personagem principal. Esse exercício de se autoperceber no presente e autoprojetar no futuro fará com que possa criar um plano de mudança.

Muitas pessoas não estão satisfeitas com quem são, mas em vez de procurarem mudar, acabam alimentando a baixa autoestima, a frustração e a amargura. Seja diferente e lute para ser uma pessoa satisfeita consigo mesma. O reflexo dessa satisfação na autoimagem é um brilho incomum.

3. Escute os outros

Pessoas que sabem escutar são sempre bem-vistas, queridas e solicitadas. Ao mesmo tempo, se você realmente desenvolve essa habilidade, será capaz de descobrir coisas sobre os ambientes e os outros que poderão contribuir muito para melhorar a sua imagem pessoal.

Ser você mesma é importante, mas é inevitável exercer papéis sociais para sobreviver coletivamente. Sua imagem pessoal — assim como sua imagem online — depende muito de como as pessoas a veem, e isso poderá trazer benefícios ou problemas. Aprenda a escutar e poderá transformar esse reflexo em uma fonte de benefícios.

4. Equilibre razão e emoção

Equilibrar razão e emoção é o famoso “equilíbrio emocional”. Como fazer isso? Evitando excessos para qualquer um dos lados.

gestão de imagemPowered by Rock Convert

Você tem emoções que são importantes para se relacionar com as pessoas, mas também tem a razão, que pode dizer como lidar com certas emoções quando elas começam a passar do ponto.

Pense sobre quais são as emoções que mais sente, como as sente, como manifesta isso para as outras pessoas e qual retorno elas dão. Se quiser fortalecer esse ato, escreva.

Essa visão permitirá visualizar as emoções mais positivas e as mais negativas para você. A ideia é potencializar as positivas e transformar as negativas. É um trabalho diário.

5. Cuide da sua aparência

aparência não é tudo, mas é o seu cartão de visita. Quando uma pessoa não a conhece, o primeiro contato dela com você é com a sua aparência, correto? Então invista nela de forma racional. Pense em como quer que os outros a vejam e procure transmitir isso a partir da sua aparência.

Quais características podem comprometer a sua carreira?

Assim como existem atitudes capazes de alavancar a sua imagem pessoal, há também características que têm o efeito contrário e podem gerar uma imagem negativa, comprometendo a sua carreira. Quer saber quais são elas? Continue a leitura!

Não ter foco

Profissionais que não têm foco dificilmente terminam suas atividades em tempo hábil. Eles começam diversas tarefas, mas as deixam pela metade. Essa ação, como se pode imaginar, afeta não só a produtividade, como também os resultados da empresa. Não à toa, as empresas optam por profissionais que são determinados e não perdem a concentração com facilidade.

Ser individualista

De nada adianta ser um profissional altamente capacitado e não saber trabalhar em equipe. Por mais que você consiga resolver as suas demandas sozinho, lembre-se de que o trabalho em grupo é essencial para maximizar os resultados de uma instituição.

A equipe deve atuar em harmonia, tendo em mente um objetivo em comum: a consolidação do negócio. Pessoas individualistas e que não conseguem trabalhar colaborativamente têm mais dificuldade de ingressar no mercado.

Ter timidez em excesso

Você não precisa ser o mais comunicativo e nem mesmo o mais extrovertido da turma, assim como também não precisa ser excessivamente inibido. Até porque pessoas muito tímidas, normalmente, têm dificuldade de interagir com a equipe e também de falar em público, fatores que são importantes no mercado de trabalho.

O ideal, aqui, é manter uma equação equilibrada. Ser espontâneo e descontraído nos momentos pertinentes e em outros manter a discrição. Basta usar o bom senso.

Fazer intrigas

Sabe aquelas histórias que começam com: “fulano disse que ciclano falou” e por assim vai? Então, elas são um dos principais vilões dentro de uma organização, deixando o disseminador da notícia com a reputação no ambiente de trabalho manchada. Não seja, portanto, o tipo de profissional que faz picuinhas. Afinal, nada de bom surge disso.

Ficou evidente a importância de promover mudanças de comportamentos dentro da organização para melhorar a postura dos colaboradores e consequentemente conquistar melhores resultados, certo?

Que tal, então, investir em especialistas no desenvolvimento de carreira e gestão de imagem? Com eles, os colaboradores ficarão mais motivados, mantendo o devido respeito e compromisso com as suas funções, o que por si só já é uma grande vantagem.

A PD Imagem e Carreira é uma verdadeira aliada nesse processo. A empresa faz análise dos pontos fortes, planejamento de posicionamento de carreira e estratégias de crescimento. Outro ponto trabalhado pela marca é a visibilidade no mercado.

Gostou da premissa e quer conhecer melhor a proposta da PD em relação à imagem pessoal e às mudanças de comportamento? Basta entrar em contato. Será uma satisfação atender você!

autoconfiança na marca pessoalPowered by Rock Convert

Patricia Dalpra é Estrategista em personal branding e gerenciamento de carreira.

O trabalho que Patricia Dalpra desenvolve surgiu de uma vontade e de uma certeza: vontade de levar pessoas e empresas a crescer, alcançar seus objetivos de negócios e de imagem e se relacionar melhor com outras pessoas e empresas; e certeza de que um trabalho estruturado de gestão de imagem e carreira é um dos melhores caminhos para se chegar lá. Ao longo de mais de uma década, a Patricia Dalpra já trabalhou para centenas de profissionais, executivos, empresários, atletas, instituições e empresas.

Specialties: Gestão de imagem, gestão de carreira e coaching. Personal branding, branding executivo, brand on, brand off, estudo do dna pessoal e corporativo e comunicação.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *