Posts

rapport

Entenda o que é rapport e como ele pode melhorar a sua comunicação

Você já se pegou ouvindo as palavras de alguém ou de um grupo e notar que, em certo momento, estava tão entrosada que parecia ter a impressão de estar vivenciando realmente tudo aquilo que era ouvido? Pois bem, esse é só um exemplo prático da capacidade que um conceito, chamado rapport, tem sobre as pessoas. 

Por ser um termo ainda pouco popular, ele muitas vezes pode se confundir com outros significados, como entrosamento, empatia ou sintonia. Por isso resolvemos preparar este post, justamente para diferenciar o que é rapport e mostrar por que trabalhá-lo pode trazer muitas vantagens para a sua carreia e vida pessoal. 

Sendo assim, vamos conferir as dicas? Boa leitura. 

Afinal, o que é rapport? 

Pode ser que o exemplo que citamos no início do texto já sirva como uma explicação prática do que é esse “sentimento” de rapport. Porém, para ficar ainda mais claro, podemos definir o termo como uma capacidade que algumas pessoas têm de promover certa “viagem” ao seu mundo por meio de suas palavras. 

Ou seja, o rapport ocorre quando uma ou mais pessoas, de fato, entram no mundo da outra, conseguem fazê-lo entender aquilo que diz, cria-se um laço forte em comum entre as ideias etc. “Rapport é a capacidade de entrar no mundo de outra pessoa, fazê-lo sentir que você o entende e que vocês têm um forte laço em comum. É a capacidade de ir totalmente do seu mapa do mundo para o mapa do mundo dele”, segundo o escritor e palestrante motivacional americano Anthony Robbins,.

Ao pé da letra, o rapport vem do verbo francês “rapporter”, no qual se refere a “trazer de volta” ou “criar uma relação”. 

E qual a importância de se criar um bom rapport na vida profissional e pessoal? 

O conceito de rapport é cada vez mais usado para a construção de um perfil profissional, e também pessoal, ideal. Ele defende uma filosofia de relação mais comunitária, compartilhada e empática entre as pessoas e o ambiente. 

Isso é fundamental para o desenvolvimento humano de qualquer um, mas pode trazer benefícios especiais ao ser implementado dentro de uma empresa ou de uma comunidade. O rapport é capaz de aumentar a integração interpessoal, melhorar a comunicação, flexibilizar atritos, dar mais voz a todos, permitir reconhecer erros e entender o próximo, entre muitos outros fatores fundamentais no dia a dia. 

E como construir um bom rapport? 

Certamente, há pessoas com mais facilidade e com um perfil natural para se trabalhar um bom rapport. No entanto, trata-se basicamente de práticas e rotinas que podem ser treinadas e aprimoradas ao longo do tempo. Como dicas e conselhos para se buscar esse objetivo, destacamos algumas ideias do que pode ser aplicado em seu cotidiano. Confira! 

  • desenvolva uma linguagem positiva com as pessoas; 
  • busque por conexões, 
  • sorria sempre; 
  • apresente conteúdos relevantes para os ouvintes; 
  • busque uma posição de referência para quem lhe ouve; 
  • incentive e motive as pessoas; 
  • permita-se escutar antes de falar. 

Enfim, essas são algumas dicas de como se trabalhar um bom rapport e quais benefícios esse conceito pode trazer ao seu dia a dia. É fundamental que esse objetivo não se limite apenas ao seu ambiente de trabalho e à sua função profissional. Busque aplicá-lo também como uma filosofia de vida e transmita isso a todos aqueles que param para ouvi-lo no dia a dia.

Curtiu? Já conhecia o conceito de rapport? Tem alguma dica, sugestão ou dúvida que gostaria de compartilhar? Então, deixe o seu comentário aqui embaixo e vamos interagir. 

Team Meeting In Creative Office

Entenda a importância da empatia na construção da imagem pessoal

Muitos de nós percebemos, no decorrer da vida e na construção das relações, que um fator muito importante na construção da imagem pessoal de um bom profissional está no reconhecimento e na utilização da empatia.

Na postagem de hoje vamos aprender a utilizar e treinar essa capacidade a fim de melhorar as relações no ambiente de trabalho, seja junto aos clientes e prospects, seja dentro da própria equipe.

A importância e o poder da empatia nas relações profissionais e sociais

Um ditado muito famoso professa que é impossível conhecer alguém sem antes andar usando os seus sapatos. Somente assim para entender as dores e as dificuldades do caminho. Isso nos leva a imaginar outro conceito que ajuda muito na construção de relacionamentos interpessoais: mudar a perspectiva a fim de entender cada questão a partir do ponto de vista do outro.

Na relação profissional e social, isso é fator de extrema importância para a construção da imagem de qualquer profissional. Afinal, é a partir dela que será possível compreender os momentos nos quais você deve se colocar e, mais importante, como essa colocação deve ser feita, evitando atritos que desgastem o relacionamento entre equipes e funcionários.

Melhorando relações a partir da construção da imagem pessoal

O trabalho consciente e constante é a chave. Mais do que se concentrar nas tarefas diárias ligadas ao seu cargo dentro da empresa, é preciso procurar sempre ouvir e ver atentamente para evitar o uso excessivo do falar. Essa é a única forma de deixar de lado aquelas manias irritantes de ter sempre uma resposta – não solução – para tudo.

A partir do momento em que damos um passo para trás, a fim de observar e assumir um ponto de vista que não seja o nosso, é que nos tornamos capazes de entender algo além do que a nossa própria opinião. É preciso aceitar o fato de que cada pessoa é diferente da outra, e que a melhor forma de contribuição é não se valer da sua experiência para subir num pódio e dizer a frase que ninguém gosta de ouvir: “eu já sabia…”.

Dicas para melhorar a empatia no ambiente de trabalho

E como nenhuma receita é completa sem oferecer maneiras de aplicar a empatia e melhorar a sua imagem e todo o ambiente de trabalho, separamos abaixo algumas dicas preciosas:

  • Busque melhorar sua capacidade de ouvir – dessa forma, você amplia sua percepção do ambiente e oferece soluções ao invés de apenas opiniões vazias;
  • Mantenha-se sempre atento – ao invés de usar o tempo livre para ficar no celular, que tal aproveitar a oportunidade para observar como se dão as relações dentro do seu ambiente de trabalho?;
  • Busque a calma – ninguém consegue observar quando está fora do seu equilíbrio. Sabemos que, em algumas situações, isso parece impossível, mas é preciso treinar a manutenção da calma para poder tomar qualquer atitude saudável;
  • Não faça com os outros aquilo que não gostaria que fizessem com você – se a empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro, invista na construção da imagem pessoal e profissional de alguém que valoriza sempre agir como gostaria que agissem com ela. Isso é essencial.

O que você achou do conteúdo de hoje? Não deixe de compartilhar conosco suas questões, dúvidas e experiências nos comentários abaixo. Afinal, o conhecimento se constrói a partir dessa troca!