Posts

planejamento financeiro

Como um profissional liberal pode ter um planejamento financeiro?

O planejamento financeiro é extremamente importante para profissionais liberais. Com uma fonte de renda variável, é imprescindível ficar atento para o futuro e compreender que nem todos os ganhos devem ser realocados ou utilizados de maneira inconsequente.

A estabilidade financeira pode ser atingida quando há um mínimo de planejamento financeiro e de dedicação com as finanças. Por isso, é essencial ficar de olho nos ganhos, gastos e principalmente nos valores que estão sendo mantidos para momentos mais difíceis.

Neste post, falaremos como você pode se planejar de maneira prática para não passar por grandes turbulências no “setor econômico” da sua vida. Quer saber mais? Continue sua leitura até o final!

Anote todos os seus gastos 

O primeiro passo para tomar controle do seu dinheiro é entender para onde ele está indo todos os meses. Para isso, é preciso anotar todos os gastos que acontecem no mês. Apesar de a tarefa parecer desgastante, ela é a única capaz de garantir clareza sobre suas ações com as finanças.

Antes de se desesperar, entenda que hoje existem inúmeros aplicativos que fazem o trabalho com alguns cliques (ou toques na tela). Eles são práticos e bem fáceis de utilizar, e um ponto positivo é que você pode organizar seus gastos em categorias, como alimentação, cuidados pessoais, lazer, compras no mercado e assim por diante.

Para quem se sente sobrecarregado com essa opção, comece com um simples documento de texto no seu computador ou pedaço de papel e anote todos os seus principais gastos essenciais, como aluguel, condomínio, conta de luz e demais despesas importantes.

Com essas informações fica mais fácil ter uma ideia do dinheiro necessário para permanecer “funcionando” sem grandes problemas e do que pode ser eliminado para facilitar a criação de uma reserva financeira.

Tenha uma planilha de organização financeira

Depois de ter todos os seus gastos devidamente organizados, chegou a hora de colocá-los em algum lugar. A maior parte das pessoas utilizam planilhas em algum software especializado. O excel é o mais famoso deles, mas o Google Planilhas é uma versão totalmente gratuita e igualmente poderosa.

Nesse documento, você deverá colocar suas despesas e principalmente os seus ganhos que acontecem diariamente, semanalmente, mensalmente ou de maneira recorrente. Isso ajudará a dar uma ideia da sua receita dentro de curto, médio e longo prazo.

Observando modificações nos seus ganhos, é essencial criar alterações e começar a realocar seu dinheiro para sua reserva ou criar cortes no seu orçamento. A ideia é ter sempre uma visão em tempo real da sua renda, e em seguida, tomar decisões adequadas para se manter com segurança.

Crie metas realistas para seu futuro 

Por fim, não adianta se planejar e não ter metas para o futuro. A principal e mais importante meta para estabilidade financeira de qualquer pessoa é a criação de uma reserva que garanta a cobertura de pelo menos 3 meses de “funcionamento”.

Isso significa que você deve juntar um montante para conseguir permanecer com todas as despesas pagas por pelo menos um trimestre. No entanto para profissionais liberais esse objetivo pode aumentar ainda mais para seis meses (que é o recomendado) ou até mesmo um ano, a depender da volatilidade da sua atividade.

Após a conquista desse objetivo, procure outras formas de manter seu dinheiro trabalhando para você, com investimentos inteligentes ou outras abordagens que realmente garantam sua sobrevivência e qualidade de vida para os próximos anos.

Atingir todos esses objetivos é perfeitamente possível, desde que haja todo esse planejamento financeiro que acabamos de mencionar, a diferença é que ele pode levar mais ou menos tempo de acordo com seus ganhos, que, inclusive, podem aumentar se houverem medidas para aumentar o número de clientes ao longo do tempo.

Se deseja saber mais sobre planejamento e gestão de carreira, baixe nosso ebook gratuitamente.

Gostou do post? Comente abaixo sua opinião sobre o tema!

confira-5-dicas-sobre-planejamento-financeiro-para-mudanca-de-carreira.jpeg

Confira 5 dicas sobre planejamento financeiro para mudança de carreira

Muitos profissionais já pensaram em fazer uma mudança de carreira ou até mesmo abrir um negócio próprio. Só que uma das primeiras preocupações que os impedem de realizar essa transição é o dinheiro. A boa notícia é que ter um bom planejamento financeiro pode ser o pontapé inicial para acabar com todas as dores de cabeça relacionadas a esse assunto e partir para essa tão sonhada mudança de uma vez por todas.

Sendo assim, preparamos um post especial com algumas dicas para que você possa se planejar financeiramente e obter sucesso profissional nesse novo ano que está prestes a começar. Quer saber quais são? Então continue a leitura e confira!

1. Livre-se das dívidas antigas

Se você não tem dívidas, está no caminho certo para começar um bom planejamento financeiro para a sua tão sonhada mudança de carreira. Mas se você está com a listinha cheia, principalmente devido à crise econômica que o país enfrenta, essa é a primeira coisa que precisará resolver para começá-la. Tentar renegociar ou parcelar valores antigos pode ser uma excelente medida para iniciar esse processo.

2. Faça uma reserva financeira antes da mudança

Ao começar uma nova carreira a tendência é que os ganhos atuais sejam muito menores que os anteriores. Portanto, procure construir, mesmo que aos poucos, uma reserva financeira especial para algumas emergências, como manutenções no carro, conserto de celular ou outro aparelho eletrônico, compra de algum medicamento necessário e gastos inesperados com veterinário. Assim, você não ficará sem dinheiro e poderá ter uma mudança muito mais tranquila e sem medos.

3. Tenha objetivos claros

Outra dica muito importante para ter um bom planejamento financeiro na mudança de carreira é traçar objetivos claros e definidos de acordo com seu grau de importância. Com isso, o consumo imediatista vai começar a perder força.

Estabeleça pelo menos um de curto, outro de médio e um de longo prazo, e analise o quanto precisará economizar mensalmente para atingir cada um deles. Dessa forma, você dará mais prioridade para as despesas que serão significativas em sua vida e evitará gastos por impulso.

4. Reavalie o seu padrão de vida

Cada pessoa tem o seu padrão de vida e a sua própria maneira de gastar e organizar o seu dinheiro. Enquanto algumas têm facilidade para poupar, outras sempre cedem às compras por impulso e ficam no vermelho antes do fim do mês.

Diante disso, é muito importante reavaliar essas questões até encontrar um equilíbrio financeiro que permita poupar ou até mesmo investir. Uma boa dica é anotar e acompanhar mensalmente suas receitas e despesas identificando, assim, algumas possibilidades de corte e os melhores potenciais de economia para o futuro.

5. Conte com a ajuda de um coaching de carreira

Um coaching pode ser uma excelente ajuda nessa fase de planejamento financeiro para mudança de carreira, sabia? Afinal, esse profissional o acompanhará em todo o processo de transição e o ajudará a identificar cada etapa dessa mudança de carreira tão importante.

Com ele, você vai descobrir habilidades, definir metas e objetivos, identificar seus pontos fortes e fracos e ainda ganhar o estímulo necessário para enfrentar os desafios financeiros e pessoais dessa mudança. Desse jeito, suas chances de sucesso ficarão cada vez mais altas

Essas são as principais dicas para ter um bom planejamento financeiro a fim de entrar no novo ano com o pé direito e uma grande mudança de carreira. No entanto, é importante saber que esse processo exige muita disciplina e comprometimento, além de ser algo que se conquista aos poucos e que não traz um retorno financeiro muito agradável no período inicial. Mas isso não é motivo para desanimar, certo? Afinal, quando se faz algo que ama, a recompensa inevitavelmente vem com o tempo. Só é preciso ter paciência.

E aí, gostou de conhecer as principais dicas para ter um bom planejamento financeiro na mudança de carreira? Conhece mais alguma ou quer expressar a sua opinião sobre o assunto? Então deixe seu comentário abaixo e compartilhe-a conosco!