confira-4-habilidades-do-futuro-que-vao-fazer-a-diferenca-no-mercado.jpeg

Confira 4 habilidades do futuro que vão fazer a diferença no mercado

Não é novidade para ninguém que as mulheres estão, cada vez mais, ocupando o seu espaço na sociedade e atingindo posições que estejam em consonância com a sua qualificação. Se você também deseja evoluir em sua carreira, é fundamental conhecer as habilidades do futuro que farão a diferença no mercado.

O fato é que, ainda que o preconceito esteja diminuindo em todo o planeta e boa parte das empresas já percebeu que um toque feminino pode trazer excelentes resultados, é essencial descobrir e se apropriar de diferenciais que são positivos ao mundo profissional.

Neste post, confira 4 dessas habilidades.

1. Flexibilidade cognitiva

Definitivamente, a flexibilidade cognitiva é uma das habilidades que fará a diferença no mercado. Esse conceito diz respeito à capacidade de expandir as formas de pensar, criando novas maneiras e descobrindo caminhos diferentes para solucionar os problemas que surgem no cotidiano.

É uma aptidão imprescindível, por exemplo, para líderes e gestores, que são responsáveis pelas tomadas de decisão. Quanto mais flexível é uma pessoa, mais capacidade ela terá de perceber novos padrões e criar associações singulares entre as ideias que, porventura, venham a surgir na empresa ou segmento.

2. Inteligência emocional

A inteligência emocional já é uma habilidade muito solicitada atualmente e promete, com o passar do tempo, se tornar cada vez mais imprescindível no mercado de trabalho. Trata-se de saber reconhecer, avaliar e ponderar não apenas sobre as próprias emoções, como também com as de outras pessoas.

Isso envolve o estabelecimento de empatia e, logicamente, a produção de resultados positivos dentro do âmbito profissional. Essa é uma aptidão social extremamente importante, sobretudo em tempos altamente tecnológicos, nos quais o distanciamento se tornou uma marca forte.

3. Criatividade

O profissional também precisará ser, cada vez mais, um ser criativo, que consegue conectar as informações que surgem de uma forma inovadora, mas fazendo com que isso gere resultados positivos. As novas tecnologias e produtos também contribuem, pois demandam caminhos diferentes.

Vale perceber que, mesmo com todas as evoluções que estamos vivendo, as máquinas ainda não têm a capacidade criativa do ser humano, o que faz com que esse seja um dos pontos fortes para quem deseja ocupar os melhores cargos nas organizações do futuro.

4. Pensamento crítico

Por fim, pouco adianta reunir todas as qualidades mencionadas se a pessoa não possuir pensamento crítico. Essa é uma habilidade que reúne raciocínio, lógica e uma visão ampla do mercado, o que a torna, logicamente, muito difícil de ser conseguida.

O profissional do futuro deverá ser capaz de utilizar coerência e estratégia para questionar determinados problemas, identificar boas oportunidades, avaliar as diferentes soluções para um obstáculo e saber incorporar as novidades que a tecnologia proporciona.

Pronto! Aqui você pôde conhecer mais sobre as habilidades do futuro, logo, se deseja se diferenciar no seu segmento, contar com a visão de um profissional focado no desenvolvimento de carreira e gestão de imagem pode auxiliar no descobrimento e na apropriação das aptidões que você precisa!

Então, quer se dedicar desde já para não ficar para trás? Entre em contato conosco, queremos muito ajudar!

Patricia Dalpra é Estrategista em personal branding e gerenciamento de carreira.

O trabalho que Patricia Dalpra desenvolve surgiu de uma vontade e de uma certeza: vontade de levar pessoas e empresas a crescer, alcançar seus objetivos de negócios e de imagem e se relacionar melhor com outras pessoas e empresas; e certeza de que um trabalho estruturado de gestão de imagem e carreira é um dos melhores caminhos para se chegar lá. Ao longo de mais de uma década, a Patricia Dalpra já trabalhou para centenas de profissionais, executivos, empresários, atletas, instituições e empresas.

Specialties: Gestão de imagem, gestão de carreira e coaching. Personal branding, branding executivo, brand on, brand off, estudo do dna pessoal e corporativo e comunicação.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *