pessoas-modelo-rosa-pendentes-com-seta-azul-recursos-humanos-gestao-de-talentos-empregado-de-recrutamento-lider-de-equipe-de-negocios-bem-sucedido_52494-558

Entenda o que são liderança disruptiva e liderança transformacional

A liderança disruptiva e a liderança transformacional são duas formas de gerenciamento de equipes que entregam resultados. Ambas alternativas são eficazes e focadas nas pessoas, o que rapidamente denota uma tendência para o futuro.

Liderar de forma arcaica, somente pensando em prazos e metas, é coisa do passado. Hoje, um bom líder deve estar disposto a ouvir e entender sua organização antes de tentar qualquer tipo de intervenção eficaz.

Essas novas abordagens encorajam a comunicação e estimulam a criatividade dentro de uma companhia, o que é excelente para a criação de novos métodos e ideias para alavancar os resultados.

Abaixo, falaremos mais sobre esses dois tipos de liderança, mencionando suas características, diferenças e como você pode se desenvolver para alcançar um novo patamar na sua carreira.

Pronto para saber mais a respeito? Continue sua leitura até o final!

O conceito de liderança disruptiva

A liderança disruptiva parte do princípio de que o futuro está em constante mudança. E, olhando para o mundo contemporâneo, não é difícil de imaginar que em um piscar de olhos, novas tecnologias podem surgir, e todo um planejamento, produto ou serviço pode se tornar obsoleto.

A parte disruptiva desse método de gerenciamento está justamente na organização dos times: um líder que tem pensamento disruptivo rompe com as tradições organizacionais para encontrar uma maneira de realizar o melhor trabalho de um jeito mais eficaz.

Em muitos casos, o responsável pela equipe cria novos líderes e reorganiza certos aspectos hierárquicos para ajudar a eliminar o ruído e as dificuldades da comunicação interpessoal.

Outro fator importante dessa metodologia é que os erros deixam de fazer parte do centro das atenções, e os colaboradores são encorajados a assumirem e aprenderem com os revezes do cotidiano.

Esse tipo de liderança foi desenvolvido pelo general do exército norte-americano, Stanley McChrystal, e tem se tornado extremamente eficaz no mundo corporativo.

As características de um líder disruptivo

Apesar de ser extremamente eficaz, a liderança disruptiva exige um certo tipo de perfil. Por essa razão, é importante ver se você se enquadra nele antes de simplesmente tentar aplicar esses novos conceitos.

Veja as características de um líder disruptivo:

Segurança

Ter segurança e saber transmiti-la para sua equipe é uma característica imprescindível, especialmente quando mudanças drásticas são realizadas dentro de uma organização. Fora isso, é preciso encorajar os colaboradores a terem o mesmo tipo de postura: afinal, toda modificação costuma gerar insegurança, e isso não é nada bom para uma equipe.

Autoridade

A autoridade vem da capacidade de conseguir entregar resultado. Em outras palavras, a competência é o que deve ditar o tom de quem está na liderança, uma vez que os resultados devem ser o foco de todos os envolvidos. 

Sinceridade

Mesmo que os erros que aconteçam no cotidiano não sejam enfatizados como na liderança tradicional de submissão, é preciso ser totalmente sincero com relação ao revés. Isso é importante não só para sua autoridade como para a eficiência da equipe, que saberá os riscos e as perdas de um equívoco.

Otimismo

O otimismo deve estar sempre presente durante o dia a dia do líder disruptivo. É preciso saber passar o lado positivo de um erro, momento delicado e até mesmo das mudanças que são inseridas ao longo do tempo.

Essa é uma das melhores formas de inspirar os colaboradores e passar a segurança que eles precisam para criarem resultados cada vez melhores.

O conceito de liderança transformacional

A liderança transformacional é pautada na inspiração e na motivação dos colaboradores. Nessa metodologia, o líder funciona como uma espécie de catalisador de talentos, tentando descobrir e amplificar a capacidade daqueles que fazem parte do time.

Nenhuma mudança organizacional profunda é realizada e, na maioria das vezes, a estrutura de uma empresa permanece intacta. O foco é completamente voltado para as pessoas que fazem parte do quadro de funcionários.

gestão de imagemPowered by Rock Convert

Um bom líder transformacional conhece os desejos, anseios, metas, medos, valores e princípios dos seus companheiros. Ele busca estimular os objetivos enquanto ameniza o medo, insegurança e outras sensações que não são produtivas.

Vale mencionar que esse tipo de líder sempre busca soluções diplomáticas para todo tipo de conflito ou erro cometido. 

A busca pela mudança comportamental dos colaboradores é constante e pode até ser mencionada como um dos principais objetivos desse líder, que deve se destacar pelo seu lado motivador, estrategista e visionário.

As características de um líder transformacional

Assim como no caso anterior, é preciso estar dentro de um perfil para conseguir se tornar um líder transformacional eficaz.

Veja algumas das principais características deste profissional:

Carisma

Sem carisma não há como estimular a comunicação e cativar os colaboradores a realmente trabalharem em um nível de exigência acima da média. Além disso, essa característica auxilia na quebra do gelo e na formação dos laços que acontecem dentro do ambiente de trabalho.

Inspiração

O líder transformacional é um agente capaz de inspirar sua equipe. Mesmo em momentos de dificuldade, é preciso saber demonstrar de maneira efetiva tudo que pode ser conquistado com a transposição dos obstáculos que sempre estão presentes. Isso faz com que as pessoas se sintam motivadas a superar seus limites.

Visão

Ter a capacidade de enxergar o futuro de forma realista é outra característica do líder transformacional. Esse profissional deve ser capaz de traçar um panorama do rendimento da sua equipe dentro de um prazo realista e, em seguida, guiar todos para atingir um novo patamar.

Sem essa capacidade, é provável que a companhia ou os profissionais se sintam estagnados no tempo — o que definitivamente não é vantajoso para nenhuma das partes.

Busca por desafios

Por ser um agente motivador e completamente voltado para resultados, é natural que o líder transformacional busque a todo o momento novos desafios profissionais.

Eles servem não só para a evolução da companhia como são essenciais para o desenvolvimento pessoal de cada membro do time. Sem desafios, todos sofrem o risco de ficar acomodados em suas carreiras, o que é ineficaz para quem busca grandes resultados.

Entendendo as principais diferenças entre os dois métodos

As diferenças entre esses dois tipos de métodos de liderança podem ser facilmente observadas na maneira organizacional.

Enquanto o líder disruptivo tenta modificar a estrutura hierárquica, o líder transformacional raramente faz qualquer tipo de alteração em setores ou na organização.

Fora isso, aqueles que optam pelo modelo disruptivo estão praticamente sempre com os olhos voltados ao futuro, estando dispostos a mudar e a reavaliar suas abordagens de acordo com o feedback constante dos resultados.

No entanto, aqueles que usam a abordagem transformacional não deixam de se atentar às mudanças que vem pela frente, eles simplesmente se preparam e encaram o futuro como um desafio a ser superado.

Vale ressaltar que os dois tipos de liderança são extremamente eficazes, e que nem sempre um profissional está totalmente aplicando uma abordagem ou outra — é possível fazer uma mescla dos conceitos e algumas modificações para o uso prático.

Entretanto, deve ser ressaltado que é preciso analisar o perfil individual, e o profissional deve estar amplamente qualificado para conseguir liderar com segurança e eficácia.

Nós da PD Gestão de Imagem e Carreira somos especializados no desenvolvimento de lideranças e estamos à disposição para ajudar você a conseguir dar aquele salto na carreira ou nas suas competências.

Gostou do post sobre liderança disruptiva e liderança transformacional? Que tal entrar em contato conosco? Estamos prontos para atender todas suas dúvidas e ajudar no seu desenvolvimento pessoal e profissional!

autoconfiança na marca pessoalPowered by Rock Convert

Patricia Dalpra é Estrategista em personal branding e gerenciamento de carreira.

O trabalho que Patricia Dalpra desenvolve surgiu de uma vontade e de uma certeza: vontade de levar pessoas e empresas a crescer, alcançar seus objetivos de negócios e de imagem e se relacionar melhor com outras pessoas e empresas; e certeza de que um trabalho estruturado de gestão de imagem e carreira é um dos melhores caminhos para se chegar lá. Ao longo de mais de uma década, a Patricia Dalpra já trabalhou para centenas de profissionais, executivos, empresários, atletas, instituições e empresas.

Specialties: Gestão de imagem, gestão de carreira e coaching. Personal branding, branding executivo, brand on, brand off, estudo do dna pessoal e corporativo e comunicação.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *