mudar-de-carreira-confira-8-erros-que-voce-nao-deve-cometer.jpeg

Mudar de carreira: confira 8 erros que você não deve cometer

Ao escolher uma profissão no início da vida adulta não significa que vamos permanecer nela até a aposentadoria, não é mesmo? Afinal, estamos sempre evoluindo e mudar de carreia pode ser o primeiro sinal de que estamos desejando alçar novos voos.

No entanto, a tarefa não é simples, uma vez que é necessário ter um preparo psicológico e buscar qualificação profissional referente à nova atividade. Diante de um mercado tão competitivo como o atual, é fundamental investir em conhecimentos a fim de alcançar o sucesso, seja profissional, financeiro ou pessoal.

A seguir, você vai conhecer 8 erros que não deve cometer ao mudar de carreira. Então siga a leitura e descubra quais são eles!

1. Não ter autoconhecimento

Investir em autoconhecimento é o pontapé inicial para fazer uma transição de carreira que realmente vai mudar a sua vida para melhor. Contudo, antes é preciso fazer as seguintes perguntas para si mesmo:

  • como você imagina a sua vida nos próximos 10 anos?
  • quem você quer ser como profissional?
  • qual é cargo que mais daria satisfação?
  • quais são as suas melhores habilidades?

Se você domina o autoconhecimento, certamente, saberá responder a essas questões. Entretanto, se ainda há dúvidas para respondê-las, então, a dica é esperar mais um tempo para tomar uma atitude.

2. Tomar decisões sozinho

Embora a decisão vai partir de você, muitas vezes pedir auxílio a um coach ou mesmo para um mentor poderá facilitar a mudança de carreira. O profissional vai ajudá-lo no processo de amadurecimento, assim como oferecer ferramentas para pesquisar mais sobre a nova profissão.

Além disso, é possível adquirir autoconfiança e tornar-se preparado para enfrentar os desafios que vão surgir pelo caminho. Ademais, você vai conhecer mais sobre a realidade do mercado no qual pretende atuar e qual é o passo a passo para chegar aonde deseja.

3. Não fazer planejamento

Muitas vezes, os profissionais erram ao pensar em mudar de carreira, porque não fazem um planejamento prévio da ação. Em vista disso, agem por impulso e acabam não enxergando os pontos que precisam ser trabalhados e como vai ser o processo de transição.

Portanto, tenha em mente que a mudança não vai ocorrer do dia para a noite. Em geral, essa etapa leva de 6 meses até 2 anos para que seja concretizada com êxito. Pesquise sobre a nova carreira, as tendências de mercado, as ações dos concorrentes diretos e indiretos etc.

4. Sentir medo de arriscar

Se a pessoa não está preparada para enfrentar os tropeços que acontecem no início de carreira, provavelmente, vai ter medo de se arriscar. Contudo, isso não significa que deva aceitar a primeira proposta que aparece ou, ainda, que deverá lançar tudo para o alto sem nem sequer pensar nas consequências.

É preciso saber que todas as profissões apresentam prós e contras e estar consciente disso é essencial para dar o primeiro passo. Contudo, também não fique esperando pela oportunidade perfeita, mas analise cada uma delas com muita objetividade!

gestão de imagem

5. Escolher apenas pelo salário

Muitas vezes, a insatisfação do profissional se dá pelo baixo salário que recebe. Ao optar por uma profissão, é comum que o indivíduo se iluda pela possibilidade de ganhar mais dinheiro, assim como as funções desempenhadas, o local de trabalho, a economia do país, entre outros fatores. Entretanto, mudar de carreira somente por dinheiro, ou ainda, por conta de outros itens, pode levar você a ter novas frustrações e mais uma vez se iludir com a outra profissão.

Sendo assim, antes de tomar qualquer atitude, avalie as oportunidades do mercado e converse com outros profissionais que estejam atuando na área na qual pretende trabalhar. Também considere as suas habilidades e competências, pois de nada adiantará querer ser um engenheiro, se você não gosta de matemática, concorda?

6. Não fazer networking

Nos dias de hoje, o profissional que não faz networking, seja no segmento no qual atua ou com outros grupos, permanece estagnado e diminui consideravelmente os seus contatos. Desse modo, não consegue trocar experiências com outras pessoas, nem tampouco visualizar novas oportunidades.

Logo, invista no relacionamento com colegas de cursos, amigos próximos, familiares e até com ex-chefes. Mantenha atualizado os seus perfis nas redes sociais, participe de grupos, tenha vida social ativa, sempre lembrando de que algumas das melhores vagas do mercado são preenchidas por meio de indicações de terceiros.

7. Não manter o foco

Sem dúvidas que manter o foco no trabalho é algo essencial para obter maior produtividade, independentemente da área de atuação. Se o profissional não dispende atenção às tarefas, ou mesmo, não as executa bem, provavelmente não vai ter o destaque que tanto almeja.

Principalmente, se você deseja mudanças de carreira, ter foco vai ajudá-lo a traçar metas e objetivos para alcançá-los de modo mais rápido. Não caia na tentação de pular ou adiar etapas importantes do planejamento que já deve ter sido feito anteriormente.

8. Deixar de se capacitar

Como citamos, a mudança de carreira não costuma ser fácil, assim como não acontece da noite para o dia. No entanto, para aqueles que já apresentam uma graduação, por exemplo, pensar em investir em uma pós-graduação pode significar um grande salto profissional.

Hoje em dia, a quantidade de cursos e especializações é enorme, o que faz com que muitos profissionais não percam tempo entre um estudo e outro. Entretanto, é importante destacar que apenas frequentar as aulas não é o suficiente. Também é necessário atualizar-se por meio de livros, sites, blogs ou qualquer outro que acrescente conhecimento e não simplesmente informação.

Ao longo do post, foi possível conhecer os 8 erros mais comuns que um profissional pode cometer ao querer mudar de carreira. Por isso, na maioria das vezes é indicado que o indivíduo procure ajuda de empresas especializadas em gestão de carreira e imagem pessoal.

A PD é uma empresa especializada em gestão de carreira e imagem pessoal que oferece o suporte necessário para quem deseja mudar de atividade. Portanto, comece a investir em você agora mesmo!

Entre em contato com a PD e saiba mais como poderemos ajudá-lo a encontrar boas soluções para o seu futuro profissional!

autoconfiança na marca pessoal

Patricia Dalpra é Estrategista em personal branding e gerenciamento de carreira.

O trabalho que Patricia Dalpra desenvolve surgiu de uma vontade e de uma certeza: vontade de levar pessoas e empresas a crescer, alcançar seus objetivos de negócios e de imagem e se relacionar melhor com outras pessoas e empresas; e certeza de que um trabalho estruturado de gestão de imagem e carreira é um dos melhores caminhos para se chegar lá. Ao longo de mais de uma década, a Patricia Dalpra já trabalhou para centenas de profissionais, executivos, empresários, atletas, instituições e empresas.

Specialties: Gestão de imagem, gestão de carreira e coaching. Personal branding, branding executivo, brand on, brand off, estudo do dna pessoal e corporativo e comunicação.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *