Conheça os 4 tipos de temperamento e descubra qual é o seu

Não é novidade para ninguém que cada pessoa tem uma personalidade única, marcada por características e peculiaridades diferentes. Compreender isso é muito importante para saber como direcionar as energias e fazer escolhas na vida profissional. Pensando nisso, preparamos esse post mostrando quais são os tipos de temperamento que existem.

Via de regra, são eles que caracterizam nossos comportamentos e atitudes, estando amplamente relacionados com a maneira pela qual entendemos o mundo à nossa volta e reagimos aos estímulos que surgem, de acordo com nossas habilidades e valores pessoais. Continue lendo o conteúdo e descubra qual é o seu!

1. Sanguíneo

Um dos tipos de temperamento mais marcantes que existe é o sanguíneo. Como o próprio nome já diz, pessoas assim são calorosas, ativas, extrovertidas e repletas de energia. Em linhas gerais, não gostam de perder tempo e estão dispostas a arriscar.

Por outro lado, como em tudo na vida, também existe um lado negativo. Os sanguíneos são mais explosivos e podem ter problemas com a estabilidade emocional. Embora a impulsividade seja boa em alguns momentos, também pode expor o indivíduo ou sua empresa a riscos desnecessários.

2. Melancólico

Você já deve ter ouvido falar que a depressão é um dos males do século e vem sendo amplamente estimulada pelo estilo de vida moderno, no qual há pouca preocupação com questões de saúde e relacionamentos sociais, com foco total no trabalho e na execução de tarefas profissionais.

No entanto, existe um tipo de temperamento que pode ser mais suscetível ao quadro: o melancólico. Indivíduos assim são bastante sensíveis em suas emoções e sentimentos, com dificuldades em expor o que sentem. Por outro lado, costumam ser muito detalhistas e fieis, embora desconfiados.  

gestão de imagem

3. Colérico

Dentre os tipos de temperamento que existem, este é um dos que mais se assemelha com o sanguíneo. No entanto, existem boas diferenças entre eles. Ambos podem ter comportamentos mais explosivos e até agressivos, mas os coléricos podem ser ainda mais intensos.

Tratam-se de pessoas dominadoras, ambiciosas e determinadas, que nasceram com o ímpeto para o conflito e o combate. Por isso, conseguem liderar com grande eficiência, mas podem perder a mão na hora de pensar no bem coletivo ou se sacrificarem pelo grupo.

4. Fleumático

Por fim, o último dos tipos de temperamento que vamos explicar em nossa lista é o fleumático. Ele é o extremo oposto do colérico e faz de tudo para evitar conflitos. Ainda que isso possa parecer muito positivo na maioria das situações, quando ocorre em excesso também pode ser um problema.

Ao mesmo tempo em que os fleumáticos são dóceis, pacíficos e positivos, eles também podem ser tornar acomodados e perder em produtividade quando se encontram em ambientes muito competitivos ou desarmônicos, como o mundo corporativo costuma ser.

Agora você já sabe quais são os tipos de temperamento e pode descobrir qual é o seu. Lembre-se que, na maioria das vezes, temos uma combinação entre eles na formação da nossa personalidade!

Gostou de aprender mais sobre os tipos de temperamentos? Quer conferir mais conteúdos como este? Então, não deixe de seguir nossa página no Facebook!

autoconfiança na marca pessoal

Patricia Dalpra é Estrategista em personal branding e gerenciamento de carreira.

O trabalho que Patricia Dalpra desenvolve surgiu de uma vontade e de uma certeza: vontade de levar pessoas e empresas a crescer, alcançar seus objetivos de negócios e de imagem e se relacionar melhor com outras pessoas e empresas; e certeza de que um trabalho estruturado de gestão de imagem e carreira é um dos melhores caminhos para se chegar lá. Ao longo de mais de uma década, a Patricia Dalpra já trabalhou para centenas de profissionais, executivos, empresários, atletas, instituições e empresas.

Specialties: Gestão de imagem, gestão de carreira e coaching. Personal branding, branding executivo, brand on, brand off, estudo do dna pessoal e corporativo e comunicação.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *