Etapas Fundamentais para você vender na Internet

Vender na internet pode parecer algo simples, mas a verdade é que existem regras para que isso se torne uma realidade. É necessário um conjunto de ações no marketing digital para viabilizar essas compras de desconhecidos, neste texto vamos falar de forma resumida, das três etapas fundamentais, para você começar a seguir e melhorar as suas vendas na internet.

1. Posicionamento:

A Primeira etapa é o posicionamento, nós não saímos por aí comprando coisas de pessoas ou empresas que não conhecemos, sem saber se esse produto ou serviço realmente vai cumprir o que promete. Geralmente é comum o consumidor atual querer obter a maior quantidade de informações possíveis, antes de decidir pela compra. E é aqui que começa a importância de ter um posicionamento digital bem definido, principalmente se você trabalha com Infoproduto, mas para quem trabalha com um produto físico, também não foge a regra, para este caso, os possíveis compradores, vão buscar na internet, quais são as avaliações que existem do seu produto e se ele entrega o que promete. 

Desta forma, para uma pessoa comprar na internet de outra, ela precisa reunir um grupo de informações suficientes que a faça reconhecer naquela oferta, uma oferta confiável e relevante para o que ela busca. Por isso, o seu trabalho de posicionamento se torna tão necessário. Quando as pessoas buscarem por você na internet, elas precisam te encontrar, mais do que isso: elas precisam amar o que encontraram sobre você.

Posicionamento digital se resume em ter perfis na internet, alinhados e bem definidos para serem porta vós de quem você/sua marca é. Esteja disposto e comprometido a estar presente nas principais plataformas da internet e sobre tudo das redes sociais. E quando criar ou desenvolver os seus canais, priorize ter uma comunicação clara e verdadeira sobre quem é você e quais são os seus diferenciais. 

2. Autoridade

Considerando, que este possível cliente te encontre nos canais de comunicação, o próximo passo é  ele procurar quais são as informações que fazem do seu produto ou serviço algo insubstituível, quais são os elementos que fazem da sua oferta irresistível ao ponto dele comprar de você e não, da sua concorrência.  Se, de fato, você é alguém que entende do que se propõem a vender, quais são os seus “distintivos” que comprovam ser alguém que pode oferecer algo capaz de resolver um problema. Para os casos de infoproduto e serviços, quais são as referências que comprovam que você já transformou a vida de alguém, e se tem os “Títulos” necessários para se dizer ser, quem é: um promovedor de soluções! 

Para isso, construir uma autoridade digital, é preciso mais que apenas mostrar diplomas e títulos, é necessário que você forneça e/ou apresente conteúdos gratuitos e até prova social que mostrem a sua autoridade no seu mercado, e que é alguém que tem “gabarito” no que se propõe resolver. Em linhas gerais, ele precisa reconhecer em você uma pessoa capaz de gerais resultados positivos para ele. 

Aqui, a melhor saída é criar uma boa estratégia de “Inbound Marketing”, o Marketing de Atração/Conteúdo, resumidamente essa estratégia consiste em entregar uma grande quantidade de conteúdos relevantes, que geram valor e que não fique dúvida de que você tem autoridade no que falando. Mas atenção, é de extrema importância que essas publicações sejam públicas e de forma gratuita, para que qualquer pessoa possa te achar, seja no Instagram, Facebook, blog, YouTube, etc. Deste modo, os seus potenciais clientes poderão ter acesso de forma gratuita as transformações que você pode gerar para eles, e provar que sim, você/seu produto é o que ele precisa ter! 

3. Funil de Vendas

Por último e não menos importante, o funil de vendas é o processo ou caminho que o seu cliente faz, desde o primeiro contato com a sua marca, até efetivar a compra do seu produto/serviço. Por isso, é tão importante, aqui estão todas as informações de que você precisa para saber como e quando criar ofertas que encantem o seu comprador. A má notícia é que o funil de vendas não está pronto e disponível no Google para você, é preciso que desenvolva o seu funil com base nas experiências de comportamento do seu cliente e produto.  Aqui, vou te dar algumas dicas de como fazer isso de forma simples e mais fácil de ser executada! 

Separe o seu Funil em 3 etapas

gestão de imagem
  • TOPO DE FUNIL OU ETAPA 1: 

É hora de despertar a descoberta e interesses pelo que você faz. Esse é momento de dedicar a sua produção de conteúdo, a um conteúdo focado em atração de novos seguidores e fãs, essas são primeiras formas de contato e relacionamento entre usuário-marca, por isso ele é considerado o topo do funil, e deve ser o momento de se conhecerem e nada mais! 

  • MEIO DO FUNIL OU ETAPA 2:

Nesta etapa, você deve ter conteúdos de consideração e Intenção, que nada mais é que conteúdos que comecem a tratar um problema real, e como você pode ser indispensável nessa solução.  Vale focar em um problema específico e entregar soluções reais para resolvê-lo. Apesar disso parecer um “tiro no pé”, a promoção de solução gratuita, no meio do funil, desperta a confiança do seu possível cliente e funciona como Trial para sua oferta. E por falar em oferta, repare que até agora, não falamos de ficar fazendo panfletagem digital! Esse é o maior erro de quem se propõem vender na internet!

Ficar oferendo seu produto, sem estratégia e postando diariamente, como se a rede social fosse uma ‘vitrine’ de loja, é o jeito certo de fazer tudo errado! Não funciona e só custa tempo e energia para quem gerencia esses perfis. 

O momento certo de fazer uma oferta, de dizer abertamente um: “Oi eu tenho um produto que é perfeito para você”, é após fazer muito bem feito as etapas acima, aí sim! Agora, podemos estruturar a nossa terceira e última etapa:

  • FIM DO FUNIL OU ETAPA 3: 

Momento da conversão ou compra da sua oferta! Até aqui, nas etapas anteriores, você deve ter trabalhado o seu posicionamento, mostrado que é uma autoridade no seu nicho, e entregue tantos conteúdos gratuitos, que o seu cliente já deve estar convencido de que a sua marca é uma promovedora de soluções! Então, por que não comprar de você? 

Por isso, e justamente, por isso: esse é o momento ideal de fazer uma oferta. Afinal, nesta etapa, o seu possível comprador já está considerando seu produto/serviço como uma solução, um “tratamento” para o problema dele, aí chegou a hora de vender! Então, essa é a sua hora de criar uma oferta e boas vendas! 

Eu disse que não era uma tarefa fácil, a internet é uma promovedora exponencial de negócios e pessoas, mas para que tudo saia exatamente como planejado existem regras quase inexoráveis que precisam ser respeitadas para que você também explore o melhor desse universo.

Espero ter ajudado com esse texto, se ficar alguma dúvida escreva para gente, vamos adorar poder te ajudar mais!

Abraços da Shay. 

autoconfiança na marca pessoal

Patricia Dalpra é Estrategista em personal branding e gerenciamento de carreira.

O trabalho que Patricia Dalpra desenvolve surgiu de uma vontade e de uma certeza: vontade de levar pessoas e empresas a crescer, alcançar seus objetivos de negócios e de imagem e se relacionar melhor com outras pessoas e empresas; e certeza de que um trabalho estruturado de gestão de imagem e carreira é um dos melhores caminhos para se chegar lá. Ao longo de mais de uma década, a Patricia Dalpra já trabalhou para centenas de profissionais, executivos, empresários, atletas, instituições e empresas.

Specialties: Gestão de imagem, gestão de carreira e coaching. Personal branding, branding executivo, brand on, brand off, estudo do dna pessoal e corporativo e comunicação.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *