A influência da autossabotagem no trabalho e como evitá-la

A autossabotagem no trabalho é uma vilã da produtividade e do foco. Como todos sabemos, alcançar novas metas é quase sempre um ato desafiador e, quando atrapalhamos nosso próprio caminho, a frustração é garantida.

Essa frustração pode se alastrar para vida pessoal e, ao longo do tempo, minar a sua qualidade como profissional. Muitas pessoas perdem o amor pela sua atividade e frequentemente não sabem a razão para isso e, ao fazer uma análise mais profunda, podemos observar que a autossabotagem está sempre relacionada a estagnação e insatisfação no trabalho.

Nessa postagem, falaremos mais sobre o tema além de informar como você pode identificar o problema e resolvê-lo de uma forma prática. Ficou interessado no assunto? Continue sua leitura até o final!

Entendendo o que é a autossabotagem

A autossabotagem está caracterizada quando um indivíduo age de maneira contrária aos seus principais objetivos. Muitas das vezes essas ações são sutis, e pode ser que, em alguns casos ,você nem sequer esteja totalmente consciente de parte delas.

Sabe a procrastinação? Aquela vez que você ficou vendo vídeos em vez de trabalhar? Ou quando optou por um momento de lazer em vez de cumprir suas principais obrigações no escritório? Pois bem, todos esses são sinais claros da autossabotagem. Note que a maior parte desses comportamentos são escolhidos e, quase sempre, eles estão acompanhados de “boas” justificativas.

Como esses comportamentos impedem seus maiores objetivos

Os comportamentos da autossabotagem impedem seus maiores objetivos de maneira sorrateira. Você nem percebe. O que acontece é que, ao optar por várias outras coisas que não estão alinhadas com seus objetivos, você começa a adiá-los de maneira indefinida.

gestão de imagemPowered by Rock Convert

No longo prazo, só sobra o desejo de conseguir alguma coisa, mas, no fundo, você nunca age para alcançar essa meta. Isso pode minar sua autoconfiança, sua qualidade de vida e satisfação profissional, como já mencionamos.

Ao longo dos anos, isso pode gerar uma crise ocupacional profunda, uma vez que eventualmente surgirão questionamentos sobre a própria aptidão ou até mesmo sobre as condições mercadológicas que envolvem sua área.

O que fazer para resolver esse problema

Resolver a autossabotagem não é fácil. A princípio, requer um controle mental e certa disciplina. Não é preciso ficar completamente obsessivo, mas adotar algumas regras é fundamental para não fracassar.

A primeira delas é terminar o que começou. Esse pequeno hábito, quando bem instaurado, garante milagres na produtividade. Outra “norma” muito eficaz é a de nunca escolher o lazer antes da obrigação, essa ordem quando invertida, sempre causa problemas.

Por fim, é preciso manter um planejamento claro sobre sua carreira e definir metas claras, alcançáveis, mensuráveis e objetivas. Revisitar esse planejamento com frequência é importante para evitar o “esquecimento”, uma vez que a vida pessoal (e até mesmo profissional) podem abafar esses anseios.

Para quem deseja ir mais a fundo e deseja derrotar a autossabotagem no trabalho de forma incisiva, é recomendado um trabalho profundo na autoimagem e a busca consciente da positividade e otimismo, mesmo em momentos de crise. Apesar de não ser fácil, conseguir ver o copo meio cheio garante uma vida plena e com maior desenvolvimento da inteligência emocional, habilidade cada vez mais importante para o crescimento na carreira e como pessoa.

Gostou do conteúdo? Sugerimos a leitura do nosso post sobre gestão de tempo — você não se arrependerá!

autoconfiança na marca pessoalPowered by Rock Convert

Patricia Dalpra é Estrategista em personal branding e gerenciamento de carreira.

O trabalho que Patricia Dalpra desenvolve surgiu de uma vontade e de uma certeza: vontade de levar pessoas e empresas a crescer, alcançar seus objetivos de negócios e de imagem e se relacionar melhor com outras pessoas e empresas; e certeza de que um trabalho estruturado de gestão de imagem e carreira é um dos melhores caminhos para se chegar lá. Ao longo de mais de uma década, a Patricia Dalpra já trabalhou para centenas de profissionais, executivos, empresários, atletas, instituições e empresas.

Specialties: Gestão de imagem, gestão de carreira e coaching. Personal branding, branding executivo, brand on, brand off, estudo do dna pessoal e corporativo e comunicação.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *