cultura do feedback

Por que a cultura do feedback é fundamental para uma boa liderança?

A cultura do feedback é largamente praticada fora do Brasil. Grandes empresas, como a Apple, incentivam e têm no seu DNA a intenção de sempre garantir as críticas mais honestas possíveis para o trabalho que está sendo realizado.

Infelizmente, no mercado de trabalho nacional nós ainda estamos evoluindo e construindo essa nova mentalidade que diz respeito ao feedback em “tempo real” sobre nossas tarefas e ações. Apesar de parecer uma ideia negativa ou muito extrema para muitos de nós, essa política gera excelentes resultados e é uma prática a ser louvada por grandes gestores.

Elas costumam elevar a qualidade dos produtos (ou serviços) que estão sendo oferecidos, e, na maioria dos casos, não há grandes diferenças entre chefes e colaboradores. Abaixo, falaremos mais sobre esse mindset empresarial e como ele pode ajudar em uma boa liderança.

Pronto para saber mais a respeito? Continue sua leitura até o final!

Alguns dos principais benefícios da cultura do feedback

Apesar de não parecer, incentivar feedbacks ajuda a fomentar a proatividade e pode diminuir consideravelmente os conflitos entre colaboradores ou até mesmo entre setores diferentes. Em muitas companhias, vemos que as áreas se comunicam pouco entre si, e esse problema de comunicação costuma gerar grandes problemas.

Ao eliminar as barreiras nessa conversação, e liberando um espaço livre para ideias e críticas (construtivas), conseguimos abrir um novo canal de comunicação que ajuda a entender os mais diversos problemas encontrados durante o desenvolvimento de alguma atividade comercial.

gestão de imagem

E, além da redução dos conflitos, é bem provável que outros benefícios surjam, como: fortalecimento da relação entre os colaboradores e até mesmo o aumento da produtividade, uma vez que todos se encontram na mesma página e tentam resolver problemas semelhantes e que afetam diretamente o fluxo do trabalho.

Como implementar essa nova linha de comunicação

A princípio, uma das maneiras mais práticas de incentivar o feedback é fazendo reuniões com seus colaboradores. Essas reuniões devem ser mais descontraídas e, principalmente, fazer com que todos consigam ter acesso aos projetos, eventos ou novos sistemas que estão sendo desenvolvidos.

Essa comunicação aberta e educada costuma gerar excelentes benefícios e ser uma verdadeira fonte de novas ideias. Essas novas diretrizes devem ser anotadas e processadas de maneira minuciosa, para que somente as melhores alternativas fiquem como novas abordagens para o futuro.

Dessa forma, é possível mudar quase que por completo o direcionamento de alguns setores ou até mesmo do produto/serviço final. Vale mencionar que abrir canais de comunicação (com ou sem ferramentas especializadas em gerenciamento de projetos) pode também ajudar nesse processo.

Por fim, é importante encorajar os colaboradores a serem honestos, dando sua real opinião sobre o que está sendo criado. Instaurar em conjunto a uma política para criação de novas alternativas ou de novas soluções também é importante para manter o ambiente da cultura do feedback saudável e extremamente produtivo.

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e ajude a gerar essa nova mudança na cultura empresarial brasileira. Seja a mudança que você deseja e comece dando o exemplo para inovação!

autoconfiança na marca pessoal

Patricia Dalpra é Estrategista em personal branding e gerenciamento de carreira.

O trabalho que Patricia Dalpra desenvolve surgiu de uma vontade e de uma certeza: vontade de levar pessoas e empresas a crescer, alcançar seus objetivos de negócios e de imagem e se relacionar melhor com outras pessoas e empresas; e certeza de que um trabalho estruturado de gestão de imagem e carreira é um dos melhores caminhos para se chegar lá. Ao longo de mais de uma década, a Patricia Dalpra já trabalhou para centenas de profissionais, executivos, empresários, atletas, instituições e empresas.

Specialties: Gestão de imagem, gestão de carreira e coaching. Personal branding, branding executivo, brand on, brand off, estudo do dna pessoal e corporativo e comunicação.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *