Posts

profissional-liberal-voce-sabe-se-diferenciar-na-sua-carreira.jpeg

Profissional liberal, você sabe se diferenciar na sua carreira?

Diante de tanta concorrência, uma questão que sobressai para o profissional liberal é: como conseguir a diferenciação? Em outras palavras, de que forma se destacar e trilhar uma carreira de sucesso? Afinal, ninguém quer ser apenas mais um entre tantos outros, certo? Pelo contrário: o intuito é chegar ao topo, apresentando um serviço exclusivo.

Para ajudar você nessa missão, preparamos um conteúdo especial abordando algumas ações simples e efetivas, mas essenciais para os profissionais liberais que buscam se diferenciar na carreira. Gostou da premissa? Então continue a leitura!

Amplie a visão

Profissionais de sucesso têm uma visão mais ampla do mundo. Eles saem da zona de conforto e se colocam em situações desafiadoras, despertando habilidades especiais. Assim conseguem, inclusive, prever cenários e a partir de então criar soluções que o cliente nem mesmo conhecia.

Não para por aí. Eles encaram as adversidades como fonte de aprendizagem, fator que os prepara para lidar com qualquer situação — desde as simples até as mais complexas. Por isso, comece a pensar fora da caixinha: largue o senso comum de lado e procure expandir seus horizontes.

Invista em capacitação

Já alertava a sabedoria popular: conhecimento nunca é demais. Essa premissa é totalmente verdadeira, sobretudo para os profissionais liberais — até porque você não quer correr o risco de ficar ultrapassado. Lembre-se de que, em questão de meses, o que havia de mais moderno pode virar obsoleto.

Não à toa, é primordial ficar ligado em relação às novidades do mercado. Inscreva-se em palestras, workshop, cursos e demais eventos relacionados ao seu segmento, atualizando constantemente os saberes. Assim, você passa a estar apto a oferecer atendimento e serviços de excelência, destacando-se da concorrência.

Reconheça pontos fortes e fracos

Existem aqueles que têm dificuldade com a comunicação, uma vez que não conseguem exprimir bem suas ideias. Já outros sofrem com planejamentos. Isso sem falar dos profissionais que dominam muito bem esses dois aspectos mas pecam quando o assunto é marketing pessoal.

Fica evidente, nesse contexto, que cada profissional apresenta pontos fracos e fortes. Cabe a você, então, verificar quais são suas fraquezas e criar métodos efetivos para eliminá-las ou, pelo menos, reduzi-las. Não se esqueça de que um profissional diferenciado mantem o equilíbrio e a harmonia entre todas as características.

Estabeleça metas

Onde você quer estar daqui a cinco, dez ou 15 anos? Se vê trabalhando em um cargo de destaque para uma multinacional ou gerindo um negócio próprio que é referência nacional?

Claro que não há certo ou errado entre essas duas opções. O que não se deve é ingressar na chamada zona de conforto. O ideal consiste em definir metas a curto, médio e longo prazo, criando um plano de ação que possibilite alcançar os objetivos traçados. Afinal, nada cai do céu, certo?

Fato é que, para se diferenciar na carreira, o profissional liberal precisa ter organização e dedicação ao propósito — os resultados estão diretamente ligados ao desempenho. Isso significa que você é o principal responsável pelo seu sucesso ou fracasso.

Agora que já sabe como conquistar a diferenciação no mercado, siga a gente nas redes sociais: estamos no Facebook, no Twitter e no LinkedIn!

saiba-como-definir-metas-profissionais-e-conquiste-o-seu-sucesso.jpeg

Saiba como definir metas profissionais e conquiste o seu sucesso

Ter êxito no mercado de trabalho é sempre um desafio, especialmente em tempos nos quais a competitividade é uma característica marcante da maioria dos profissionais, como vem acontecendo nos dias de hoje. Diante dessa realidade, saber como definir metas profissionais e conquistar o seu sucesso é muito importante.

O fato é que, apesar de contar com boa vontade e algumas ações específicas, muita gente não tem as estratégias corretas para se diferenciar no seu segmento e, dessa maneira, despertar o interesse de recrutadores e gestores. Confira o conteúdo a seguir e descubra como fazer isso.

Concentre-se naquilo que você pode controlar

O primeiro passo para definir metas profissionais e conquistar o seu sucesso é concentrar-se naquilo que você pode controlar. Afinal, pouco adiantar gastar tempo e energia tentando mudar coisas que estão fora do seu alcance. Nesse contexto, você só poderá elaborar e aceitar metas que sejam factíveis e atingíveis.

Aceite que muitos pontos dependerão de outras pessoas e aprenda a trabalhar com elas para que o objetivo final possa ser alcançado. Se você trabalha no marketing e percebe uma falha nas finanças, por exemplo, o melhor é ter uma boa comunicação com o departamento de contabilidade e confiar neles para que resolvam esse problema.

Pense na sua carreira em longo prazo

Naturalmente, quando começamos a trabalhar em uma empresa, nossa meta principal é crescer, não é verdade? Afinal, por mais tranquila e paciente que seja uma pessoa, dificilmente ela desejará trabalhar no mesmo cargo e na mesma função por muito tempo, visto que o desejo de evolução profissional é perfeitamente natural.

É por isso que precisamos pensar na nossa carreira em longo prazo, impondo metas estratégicas para nós mesmos e delimitando um prazo para que cada coisa aconteça. Esse é o conceito básico do planejamento de carreira, que é uma estratégia que ajuda nossa vida corporativa a fluir de forma mais harmoniosa e com mais sucesso.

Ao traçar esse plano, você deve determinar de forma clara até onde quer chegar dentro da organização na qual trabalha, estipulando qual cargo você quer ter e em quantos anos, por exemplo. Com isso, você também pode reservar horários para se preparar para as posições que almeja, fazendo cursos ou contando com o auxílio de um coach.

Vá além das tarefas consideradas imediatas

Fazer apenas as tarefas imediatas é uma forma de economizar tempo em curto prazo, mas o fato é que essa estratégia não é inteligente com o passar do tempo. Além de ser uma forma de trabalhar que não permitirá grandes folgas no futuro, quem só faz o básico não é considerado proativo e perde pontos com os gestores ou o líder de equipe.

Por isso, organize-se para ir além e entregar mais do que a empresa espera de você. Quem consegue produzir mais em menos tempo, mesmo diante de uma rotina complexa, tende a ocupar melhores cargos e receber maiores salários. Ajuste seu foco para as prioridades, estabeleça metas e diminua o seu próprio desperdício de energia.

Como você pôde ver, definir metas profissionais e conquistar o seu sucesso é uma tarefa muito mais simples, se você for proativo e tomar as rédeas da sua carreira!

E agora, pronto para definir metas profissionais e conquistar o seu sucesso? Gostou do conteúdo? Então, faça o download do nosso e-book sobre como descobrir seu potencial competitivo!

desafios-profissionais-voce-esta-preparado-para-2019.jpeg

Desafios profissionais: você está preparado para 2019?

A mudança de ano é sempre um momento intenso e de muita alegria para a maioria das pessoas, visto que esse período pode representar a chance de um novo começo em todas as áreas da vida. No entanto, essa passagem geralmente também traz desafios profissionais importantes, o que nos leva à seguinte pergunta: você está preparado para 2019?

Muitas vezes, ficamos extremamente atribulados e não paramos para pensar adequadamente se maximizamos nossos pontos fortes e melhoramos nossas falhas para nos tornarmos profissionais mais completos. Quer descobrir melhor o que está por vir? Então, confira alguns aspectos para trabalhar neste novo ciclo!

Mindfulness

Definitivamente, um dos desafios profissionais para o ano de 2019 será atingir o mindfulness. Provavelmente, você já ouviu falar sobre esse conceito, que pode ser traduzido como “consciência plena” ou “total atenção” e nada mais é do que um estado mental de controle absoluto sobre as experiências, atividades e sensações do presente.

No universo corporativo, essa definição está relacionada à busca pelo propósito maior de uma organização, ajudando executivos e colaboradores a terem mais foco e produtividade. Para isso, é essencial estimular ações como a meditação, a melhora na comunicação e a capacidade de empatia.

Automotivação

Não é novidade para ninguém que manter a motivação é algo bastante complexo, especialmente para quem está ocupando o mesmo cargo há muitos anos ou não tem coragem de apostar em uma transição de carreira, por exemplo. Diante dessa realidade, a automotivação deve ser um dos desafios profissionais para 2019.

É fundamental, portanto, que você consiga se dar uma dose diária de entusiasmo, identificando os pontos que ainda estimulam o seu ânimo e afastando aquelas partes da rotina que o colocam para baixo. Procure não perder tempo com coisas pequenas e foque nos objetivos principais da sua colocação.

Resiliência

O termo resiliência está em voga nos mais diferentes segmentos do mercado. Se, na física, ele está ligado à capacidade que um determinado material tem de resistir a grandes temperaturas e pressões, no ambiente corporativo, refere-se aos profissionais que conseguem sair ainda mais fortes de situações adversas.

Por isso, você deve trabalhar essa característica, confiando em si próprio e apostando em estratégias que possibilitem mais equilíbrio mental e inteligência emocional. Se o ano de 2019 promete não ser fácil no seu ramo, cabe a você ser um diferencial para que qualquer problema seja minimizado ou resolvido.

Administração de tempo

Nos dias corridos de hoje, a administração de tempo é um desafio na vida de praticamente qualquer pessoa. Com a virada de ano, a coisa não muda muito de figura e esse deve ser um dos grandes desafios profissionais de 2019. Logo, você deve adotar táticas inteligentes para melhorar essa questão.

O uso de aplicativos específicos para isso é uma boa ideia, visto que esses programas podem substituir a agenda convencional com bastante eficiência. Caso você tenha muitas dificuldades em fazer essa administração e queira se destacar no mercado e na empresa, a ajuda de um bom coach pode ser muito interessante.

Como você pôde ver, muitos são os desafios profissionais para 2019. Com alguma estratégia e um pouco de inteligência, você pode vencê-los e fazer desse o seu ano de sorte!

E agora, pronto para vencer seus desafios profissionais? Gostou do conteúdo? Então, compartilhe livremente o nosso artigo em suas redes sociais!

como-o-coach-pode-ajudar-na-processo-de-gerenciamento-ou-transicao-de-carreira.jpeg

Como o coach pode ajudar no processo de gerenciamento ou transição de carreira

A vida corporativa é desafiadora para qualquer profissional que anseie pelo sucesso, especialmente se ele estiver vivenciando um momento de mudanças ou de adaptação em sua realidade. Diante desse contexto, entender melhor como um coach pode ajudar a conquistar a carreira dos sonhos é uma opção bastante interessante.

Esse tipo de trabalho está se popularizando em todo o planeta e está encontrando cada vez mais espaço no Brasil, sobretudo durante a última década, como uma forma de ganhar ferramentas e de encontrar novas formas de encarar os problemas cotidianos. Confira o conteúdo a seguir e aprenda mais sobre o tema!

Mas afinal, o que é um coach?

Você provavelmente já ouviu falar bastante sobre esse profissional, mas realmente sabe o que ele faz? Um coach atua amparado pelas técnicas e pelas ferramentas do coaching, ajudando uma pessoa a atingir os seus anseios e os seus objetivos, em qualquer momento de sua vida e em um curto espaço de tempo.

Entre outras coisas, o coach ajuda a acelerar os seus resultados, fazendo com que você siga na trilha certa para alcançar as suas metas, tanto na vida pessoal quanto na corporativa. Isso ocorre por meio da eliminação de crenças sabotadoras, que todos nós temos, e pela construção de hábitos adequados através do processo de autoconhecimento.

Ele também atua desenvolvendo as habilidades humanas, trabalhando com estratégias eficazes que farão com que os coachees, nome dado aos seus clientes, possam neutralizar as suas limitações e alcançar o seu sucesso, seja na própria empresa, nos relacionamentos ou em uma transição de carreira, por exemplo.

Por que contratar um coach qualificado?

Fica fácil perceber que contar com um coach pode ser muito vantajoso para a sua vida profissional e pessoal, mas também é preciso ter em mente que pouco adianta contratar um profissional que não seja efetivamente qualificado para fazer esse trabalho. E, como em qualquer área, existem charlatões nesse mercado.

É muito importante optar por um coach que conheça realmente as técnicas do coaching, para que possa extrair de você o seu melhor desempenho, de acordo com os seus objetivos. Ele precisará delimitar as ferramentas necessárias para o início do acompanhamento ou até mesmo auxiliá-lo na definição de uma nova meta.

Enfrentar os desafios de fazer uma transição de carreira com sucesso, por exemplo, é uma das principais razões para apostar em sessões de coaching, visto que o coach tem os conhecimentos e recursos necessários para reajustar o perfil e os propósitos e, dessa forma, auxiliar qualquer pessoa durante essa mudança.

Quais os benefícios de contar com o coach?

A fase de transição de carreira pode ser muito importante para alcançar o cargo dos seus sonhos e, por isso mesmo, você deve contar com um profissional que possa dar todo o suporte necessário nesse momento. Sendo assim, contar com os benefícios de um coach é imprescindível. Confira abaixo quais são os principais deles.

Reforço dos pontos fortes

Muitas pessoas acham que o coach tem, como uma de suas atribuições principais, aprimorar os pontos fracos de uma pessoa. Definitivamente, elas não estão erradas, pois as técnicas e ferramentas de coaching podem, efetivamente, fazer com que um profissional melhore o seu desempenho e a sua capacitação como um todo.

Entretanto, também é preciso ressaltar que os pontos fortes também recebem uma atenção especial. Quando você tem um talento natural ou uma aptidão qualquer, é muito importante que você trabalhe para lapidar essa qualidade e, dessa maneira, possa atingir o máximo das suas potencialidades.

Metodologia completa e eficaz

Nos dias de hoje, podemos considerar o coaching como uma ciência, partindo do princípio de que essa área de conhecimento reúne experiências e fundamentos que foram estudados e aplicados durante décadas, não apenas no Brasil, mas em praticamente todos os países e áreas de atuação do mercado em todo o planeta.

Dentro desse contexto, o coach atuará por meio de uma metodologia baseada em evidências, que vão desde a psicologia e terapia cognitiva, passando pela gestão de negócios e estratégias, chegando até as tarefas e exercícios. Trata-se de um processo pragmático e estruturado, que auxiliará você a alcançar o resultado que você sempre quis.

Auxílio na tomada de decisões

Pouco interessa se você é um mero funcionário ou um líder: a tomada de decisões é sempre um desafio, especialmente para quem está em transição de carreira. Mais uma vez, o coach pode ser um poderoso coadjuvante na melhora desse tipo de processo, elaborando e sugerindo atitudes mais assertivas para os coachees.

O coaching contribui para entender o que você realmente anseia e, juntos, vocês poderão traçar um plano que ajudará a atingir o sucesso, em um tempo determinado. No meio do caminho, você passará por situações desgastantes, mas estará construindo a sua marca pessoal, por meio de técnicas motivacionais extremamente eficientes.

Capacitação, proatividade e coragem

Em função do desenvolvimento de diversas habilidades, tanto na vida pessoal quanto na profissional, o coaching pode, definitivamente, ser considerado como um tipo de capacitação. Quem atravessa esse processo e conta com a ajuda do coach, ganha conhecimentos e mais sabedoria para se sobressair ainda mais no mercado de trabalho.

O coach também ajuda a trabalhar a proatividade, que é uma qualidade muito buscada pelas empresas no dia de hoje. Ele também desenvolve o foco e o autocontrole nas ações, permitindo que você aproveite as oportunidades que surgirem e tenha coragem para investir, arriscar e dar o seu melhor durante o cumprimento de suas metas.

Portanto, depois de ler todo este conteúdo ficou mais fácil compreender melhor como um coach pode ajudar a conquistar a carreira dos sonhos. Trata-se de um profissional relevante para os dias de hoje, que vem fazendo com que muita gente alcance o máximo das suas potencialidades e desenvolva as características necessárias para conquistar o sucesso!

Gostou de aprender mais sobre como um coach pode ajudar você a conquistar a carreira dos seus sonhos? Ficou interessado em contar com um profissional de alta qualidade para ajudá-lo durante esse processo? Então, não perca mais tempo e entre em contato conosco agora mesmo!

confira-5-dicas-sobre-planejamento-financeiro-para-mudanca-de-carreira.jpeg

Confira 5 dicas sobre planejamento financeiro para mudança de carreira

Muitos profissionais já pensaram em fazer uma mudança de carreira ou até mesmo abrir um negócio próprio. Só que uma das primeiras preocupações que os impedem de realizar essa transição é o dinheiro. A boa notícia é que ter um bom planejamento financeiro pode ser o pontapé inicial para acabar com todas as dores de cabeça relacionadas a esse assunto e partir para essa tão sonhada mudança de uma vez por todas.

Sendo assim, preparamos um post especial com algumas dicas para que você possa se planejar financeiramente e obter sucesso profissional nesse novo ano que está prestes a começar. Quer saber quais são? Então continue a leitura e confira!

1. Livre-se das dívidas antigas

Se você não tem dívidas, está no caminho certo para começar um bom planejamento financeiro para a sua tão sonhada mudança de carreira. Mas se você está com a listinha cheia, principalmente devido à crise econômica que o país enfrenta, essa é a primeira coisa que precisará resolver para começá-la. Tentar renegociar ou parcelar valores antigos pode ser uma excelente medida para iniciar esse processo.

2. Faça uma reserva financeira antes da mudança

Ao começar uma nova carreira a tendência é que os ganhos atuais sejam muito menores que os anteriores. Portanto, procure construir, mesmo que aos poucos, uma reserva financeira especial para algumas emergências, como manutenções no carro, conserto de celular ou outro aparelho eletrônico, compra de algum medicamento necessário e gastos inesperados com veterinário. Assim, você não ficará sem dinheiro e poderá ter uma mudança muito mais tranquila e sem medos.

3. Tenha objetivos claros

Outra dica muito importante para ter um bom planejamento financeiro na mudança de carreira é traçar objetivos claros e definidos de acordo com seu grau de importância. Com isso, o consumo imediatista vai começar a perder força.

Estabeleça pelo menos um de curto, outro de médio e um de longo prazo, e analise o quanto precisará economizar mensalmente para atingir cada um deles. Dessa forma, você dará mais prioridade para as despesas que serão significativas em sua vida e evitará gastos por impulso.

4. Reavalie o seu padrão de vida

Cada pessoa tem o seu padrão de vida e a sua própria maneira de gastar e organizar o seu dinheiro. Enquanto algumas têm facilidade para poupar, outras sempre cedem às compras por impulso e ficam no vermelho antes do fim do mês.

Diante disso, é muito importante reavaliar essas questões até encontrar um equilíbrio financeiro que permita poupar ou até mesmo investir. Uma boa dica é anotar e acompanhar mensalmente suas receitas e despesas identificando, assim, algumas possibilidades de corte e os melhores potenciais de economia para o futuro.

5. Conte com a ajuda de um coaching de carreira

Um coaching pode ser uma excelente ajuda nessa fase de planejamento financeiro para mudança de carreira, sabia? Afinal, esse profissional o acompanhará em todo o processo de transição e o ajudará a identificar cada etapa dessa mudança tão importante.

Com ele, você vai descobrir habilidades, definir metas e objetivos, identificar seus pontos fortes e fracos e ainda ganhar o estímulo necessário para enfrentar os desafios financeiros e pessoais dessa mudança. Desse jeito, suas chances de sucesso ficarão cada vez mais altas

Essas são as principais dicas para ter um bom planejamento financeiro a fim de entrar no novo ano com o pé direito e uma grande mudança de carreira. No entanto, é importante saber que esse processo exige muita disciplina e comprometimento, além de ser algo que se conquista aos poucos e que não traz um retorno financeiro muito agradável no período inicial. Mas isso não é motivo para desanimar, certo? Afinal, quando se faz algo que ama, a recompensa inevitavelmente vem com o tempo. Só é preciso ter paciência.

E aí, gostou de conhecer as principais dicas para ter um bom planejamento financeiro na mudança de carreira? Conhece mais alguma ou quer expressar a sua opinião sobre o assunto? Então deixe seu comentário abaixo e compartilhe-a conosco!

transicao-de-carreira-por-que-devo-me-planejar-corretamente.jpeg

Transição de carreira: por que devo me planejar corretamente?

Formar e seguir a profissão escolhida é o sonho de muitas pessoas, mas em alguns casos esse objetivo pode ser alterado e o profissional se depara com uma necessidade de mudar suas escolhas e seguir outro caminho. É assim que muitos acabam fazendo uma transição de carreira.

Quando a pessoa não sabe como progredir em seu trabalho ou acaba se sentindo desestimulada e esgotada com sua profissão, geralmente, pensa em fazer uma mudança de ramo. Além disso, essa mudança também pode partir de uma necessidade de se encontrar no mercado.

Contudo, para transformar sua trajetória, é importante elaborar um bom planejamento, afinal, é preciso analisar a situação e ter certos cuidados para que as escolhas não tragam frustrações. A seguir, mostraremos a maneira mais acertada de redirecionar sua atuação profissional.

Confira!

Principais motivos para a transição de carreira

Cada um tem seus motivos para desejar atuar em outro seguimento, mas os mais comuns são:

  • desilusão com a profissão escolhida: algumas vezes, a escolha feita pode não ser aquilo que se espera. Muitos profissionais podem se sentir desiludidos quando a carreira primeiramente definida não condiz com o que sonhou e isso faz com que eles avaliem outras possibilidades;
  • aumento de desemprego: não é de hoje que sabemos que algumas carreiras não oferecem tantas oportunidades aos trabalhadores. Quando há dificuldade em conseguir um emprego na área desejada, as pessoas acabam se adaptando à realidade, buscando outros caminhos;
  • estagnação profissional: em algum momento, você pode chegar a um ponto em que não consegue visualizar um progresso em seu trabalho. Essa sensação de que você permanece no mesmo lugar, estagnado, pode ser a porta para procurar outras possibilidades;
  • busca por um propósito de vida que o ajude a se sentir realizado como pessoa e profissional.

Mesmo que você tenha outra razão para mudar o rumo da sua vida profissional, o importante é procurar por algo que faça você se sentir bem, realizado e satisfeito, pois só assim fica mais fácil conseguir obter os resultados esperados.

Porque fazer um planejamento na hora de fazer a transição de carreira

Antes de partir para uma nova etapa, é fundamental ter cautela e planejar seus passos, pois a falta de um bom planejamento pode te levar a tomar a direção errada, prejudicando não apenas sua própria carreira, mas, também, sua vida pessoal.

O mercado pode nem sempre ser favorável com as suas escolhas, por isso, é importante que você fique atento ao que acontece no mundo dos negócios e como anda a situação na sua região.

Sendo assim, você deve estar preparado para o mercado de trabalho, mesmo que seja para seguir uma carreira autônoma. Para isso, se qualifique na área desejada e pesquise sobre sobre a estabilidade da nova carreira e as oportunidades que estão aparecendo no país. Você deve ter todas as informações sobre o ramo que deseja atuar.

Além disso, é necessário observar a valorização dos profissionais dessa área, assim como a oferta de emprego. Claro que existem outros aspectos que devem ser levados em consideração, como o bem-estar que a nova carreira pode trazer. No entanto, é importante analisar se o salário é compatível com o que você espera.

É preciso ir longe e pensar com calma, analisando como seus pontos fortes e fracos se encaixam nessa nova jornada.

Benefícios do planejamento na hora de mudar de carreira

Como falamos acima, planejar é importante e os principais benefícios que isso traz são:

  • visão mais detalhada do mercado atual sobre essas e outras oportunidades, especialmente em momentos de crise;
  • análise mais aprofundada sobre as possibilidades de encontrar uma nova colocação;
  • autoconhecimento sobre suas competências e desafios, permitindo buscar seu autodesenvolvimento pessoal;
  • foco no que é, de fato, importante e que trará mais satisfação profissional;
  • decisões mais acertadas, pois com um bom plano você consegue maximizar resultados positivos, reduzindo ao máximo falhas que podem trazer prejuízos.

Dicas para fazer uma transição de carreira mais eficiente

Para você ter certeza de que chegou o momento de mudar e procurar por outra ocupação, é preciso seguir algumas dicas, como:

Reconheça sua zona de conforto

O nosso cérebro é programado para atender nossas necessidades. É por isso que adaptamos nossa realidade conforme nosso conforto. No trabalho, não é diferente: você pode estar acostumado com o salário e a rotina e isso faz com que a vontade de uma mudança seja cada vez menor.

Contudo, se você busca uma transição de carreira, é preciso ter ciência dessa zona de conforto e manter em mente que a mudança deve ocorrer, mesmo que isso signifique sair do seu estado atual e colocar em prática suas ações.

Descubra seu propósito de vida

Mudar de carreira apenas para escapar do seu emprego não trará a satisfação que você busca. Ao contrário, isso pode acarretar novos problemas e frustações. Você deve conhecer seus talentos e habilidades e buscar por algo que trará realizações.

Pense no que você faria que traria mais felicidade e bem-estar. Depois disso, procure por algo que te deixará mais completo e que esteja ligado aos seus sonhos.

Algumas vezes, a pessoa pode se sentir plena na profissão, mas desgostosa com o local de trabalho. Se esse for o seu caso, então busque por um reposicionamento de carreira em outra empresa.

Prepara-se para a mudança

Para qualquer transição, é preciso estar preparado. Assim, converse com profissionais que exerçam a carreira que você deseja seguir, leia mais e pesquise sobre informações que tem ajudem a conhecer melhor a profissão.

Você deve voltar a estudar e se envolver com esse novo meio que escolheu, tirando suas dúvidas e se mantendo preparado para a mudança que ocorrerá.

Planeje suas finanças

Redirecionar a carreira pode ser uma vontade, mas é necessário ser prático. Por isso, faça uma reserva financeira para que surpresas não aconteçam.

Você pode levar algum tempo até se encaixar na nova profissão ou conseguir se estabilizar na nova carreira. Dessa forma, mantenha sempre um valor guardado para manter sua rotina até que tudo esteja certo e você possa desfrutar da oportunidade.

A transição de carreira não é algo impossível, basta ter tranquilidade na hora de escolher o ramo profissional, fazer planos detalhados e seguir as dicas acima. Com isso, você poderá se tornar mais realizado e contente com suas escolhas. Para facilitar ainda mais a sua vida, a PD Gestão de Imagem e Carreira é uma empresa especializada em ajudar profissionais a terem mais sucesso em sua trajetória.

Quer conhecer outras dicas importantes de como fazer uma gestão de carreira? Baixe nosso e-book “Gestão e Transição de Carreira”.

como-descobrir-qual-o-valor-do-meu-trabalho-e-como-cobrar-por-ele.jpeg

Como descobrir qual o valor do meu trabalho e como cobrar por ele?

Uma das preocupações de quem presta serviço de forma autônoma, categoria em alta no Brasil, diz respeito ao valor do trabalho e como cobrar por ele. Você se identifica com essa questão? Então continue aqui com a gente, pois este post vai lhe ajudar!

Primeiro, para colocar um preço na sua hora trabalhada é preciso levar em consideração diversos fatores e ter um planejamento que envolva o início, o meio e o fim do projeto. Fazer isso evita que o processo sofra alterações que possam causar prejuízos.

Antes de fechar o acordo, deixe bem clara a sua proposta para que não restem dúvidas. Assim, você mantém uma boa imagem profissional e seus clientes saberão como é o seu trabalho.

Confira abaixo as nossas recomendações e descubra como cobrar por suas horas!

Qual o valor do trabalho prestado?

Se você não sabe quanto cobrar pelos seus serviços, então é melhor começar a fazer seus cálculos. Você pode calcular com base no seu último salário — isso se o tipo de função for, ao menos, parecido.

Calma, não é nada complicado! Basta pegar o valor e dividir pelas horas que você levou para executar suas tarefas. Por exemplo: salário fixo dividido por dias trabalhados, e depois por oito horas.

Assim que descobrir o preço exato, faça a lista de recursos utilizados. Você precisa de internet, material de produção, ajuda de um colaborador ou qualquer outro custo? Coloque tudo isso no papel e inclua no valor que você cobrará ao cliente, pois todos os itens e gastos devem ser reembolsados.

O que devo fazer para evitar problemas?

Como prometido, vamos às recomendações para que você não esquente a cabeça com a sua clientela:

Calcule seus custos e tempo de trabalho

Calcular os custos do seu trabalho pode parecer um “bicho de sete cabeças”, mas está longe de ser algo assustador assim. Para fazer isso, você deve analisar tudo o que gasta com o seu produto ou serviço. É importante levar em consideração matéria-prima, impostos, gasto com energia, água, combustível e tudo o que estiver relacionado com o seu trabalho.

O tempo que você gasta para produzir e levar o produto até seu cliente também deve entrar na conta. Se você é prestador de serviço, então o tempo de pesquisa, deslocamento e trabalho também fazem parte das despesas a serem calculadas.

Você deve observar cada detalhe para que sua marca pessoal tenha a valorização ideal.

Observe a concorrência

Avaliar a concorrência é sempre importante em qualquer etapa do negócio, incluindo na hora de precificar o seu valor.

É interessante observar como os concorrentes agem no mercado e seguir a tendência para que você seja visto, especialmente se ainda não tiver um diferencial competitivo.

Assim que começar a aumentar a sua carteira de clientes e a deixar seus produtos ou serviços mais conhecidos, poderá reajustar o preço para elevar a sua rentabilidade.

Avalie o seu público

Você deve ter em mente a rentabilidade do seu público-alvo e entender o quanto ele está disposto a pagar pelo seu trabalho. Faça pesquisa de mercado e veja a situação econômica atual, levando em consideração as escolhas dos seus possíveis consumidores.

Você deve conhecê-los mais a fundo. Verifique suas reais necessidades e desejos para oferecer aquilo que realmente os satisfaça.

Ao seguir essas dicas simples, dá para calcular facilmente o valor do trabalho e você pode ter o sucesso que deseja. Basta ficar de olho na valorização de sua profissão no mercado e cobrar o preço que se enquadra no seu negócio para ganhar diferencial competitivo.

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe este artigo nas suas redes sociais e ajude seus amigos!

profissional-do-futuro-conheca-o-perfil-desejado-pelas-empresas.jpeg

Profissional do futuro: conheça o perfil desejado pelas empresas

As constantes transformações pelas quais o mundo vem passando, relacionadas à globalização, à explosão da tecnologia e ao acesso facilitado à informação, vêm refletindo em uma mudança nas relações de trabalho e nas expectativas das empresas em relação ao profissional do futuro.

Conforme dito em artigo da Fortune, respeitada revista de negócios norte-americana, sobre as tendências que vão moldar o futuro profissional: a natureza de como o trabalho é feito está mudando rapidamente. O trabalho não é mais um lugar, mas uma coisa.

O desafio para o profissional, portanto, ao assumir as rédeas de sua trajetória, é o de planejar e de estruturar sua carreira de maneira a manter-se atualizado e qualificado para acompanhar tais mudanças, e assim, conquistar reconhecimento no seu meio profissional.

Para ajudá-lo nesse caminho, a seguir, listamos algumas das características que compõem o perfil do profissional desejado pelas empresas. Acompanhe a leitura e confira!

Autoconhecimento

O profissional do futuro deverá ser capaz de reconhecer suas habilidades, forças e fraquezas, a fim de identificar pontos de melhoria e potencializar suas competências. Por meio do autoconhecimento é possível determinar metas e objetivos profissionais, visando alcançar um desempenho mais eficiente e obter melhores resultados para sua carreira.

Multidisciplinaridade

Para se destacar no mercado, o profissional precisará ir além da qualificação específica na sua área, buscando expandir seus conhecimentos com estímulo à criatividade e à inovação.

Há um conceito bastante utilizado no mundo corporativo que explica essa crescente demanda: o T-shaped. É a ênfase na busca por profissionais multidisciplinares, capazes de ter respostas rápidas e criativas perante situações decorrentes das transformações do mercado.

Visão de mercado

As empresas esperam que o profissional do futuro seja capaz de ter uma visão estratégica do mercado em que atua. Em um cenário no qual questões econômicas, sociais, ambientais e tecnológicas afetam diretamente o mundo corporativo, o profissional deve estar atento às oportunidades de crescimento.

Adaptação à tecnologia

A tecnologia está causando uma verdadeira revolução nas formas de trabalho. Segundo pesquisa do ManpowerGroup, até 45% das atividades dos profissionais poderão ser automatizadas nos próximos dois ou três anos.

Diante desse quadro, com a tecnologia substituindo parte das atividades consideradas mecânicas e rotineiras, o que se espera do profissional é um desempenho elevado em suas habilidades criativas, humanas e estratégicas.

Como vimos, o mercado de trabalho está cada vez mais dinâmico e conectado, e até mesmo as definições de trabalho estão se atualizando. Como afirma a revista Fortune em artigo citado acima, trabalhos flexíveis, com períodos reduzidos, atividades autônomas e freelancers são o novo normal.

O profissional do futuro, portanto, deve ser adaptável e disponível a desenvolver as habilidades compatíveis com a nova realidade que vem surgindo, garantindo, dessa forma, sua competitividade e empregabilidade.

Nesse sentido, contar com a ajuda de um coaching ou uma consultoria para gestão de carreiras pode ser uma excelente alternativa. Um planejamento de carreira realizado de forma sólida e estruturada vai ajudá-lo a desenvolver suas potencialidades, de forma a contribuir para que você seja valorizado pelo mercado.

Este post foi útil para você? Está disposto a desenvolver suas habilidades para se encaixar no perfil do profissional do futuro? Tenha sempre em mente que, com isso, você poderá conquistar melhores posições no trabalho ou fazer uma transição de carreira de forma mais segura, se assim desejar.